Domingo, 8 de Abril de 2012
4º Episódio: P.Lameiro + P.Bidarra, Miguel Palha, Susana M.
publicado por Laurinda Alves às 22:13
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sábado, 7 de Abril de 2012
Peças de Design com Trissomia 21?

 

Hoje o programa FEITOS EM PORTUGAL tem 4 protagonistas, em vez de 2. A multiplicação de entrevistados tem a ver com a multiplicação de talentos que cada um deles traz em si, mas também com os talentos que pôem a render nos que estão à sua volta. Falo de 4 testemunhos extraordinários, de 4 pessoas que fazem um trabalho admirável em campos tão sensíveis como a integração da deficiência e a valorização da diferença; o trabalho com presos em cadeias; o acompanhamento de doentes mentais profundos ou, a um nível menos adverso, a promoção da criatividade musical e lúdica nas famílias com bebés e crianças pequenas. Não vou dizer muito mais sobre o Paulo Lameiro, músico e antigo tenor em São Carlos, que hoje em dia é a alma de um Centro Cultural na Freguesia de Pousos, em Leiria, nem sobre o Pedro Bidarra, criativo, ou a Susana Martins, fisioterapeuta, ou ainda o Miguel Palha, neuropediatra do Desenvolvimento, que criaram e trabalham o efeitoD, um conceito inaugural que valoriza a diferença e se materializa através de peças de design com Trissomia 21. Para perceber tudo isto de que falo e muito mais, nada melhor do que ouvir os próprios entrevistados logo às 19:30, na RTP 2. Boa Páscoa!

publicado por Laurinda Alves às 00:32
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 2 de Abril de 2012
3º Episódio de Feitos em Portugal já online


publicado por Laurinda Alves às 00:40
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Sexta-feira, 30 de Março de 2012
Diana Gomes da Silva e Daniel Traça, amanhã na RTP 2

 

 

Amanhã é o dia de emissão do terceiro episódio da série FEITOS EM PORTUGAL e não resisto a partilhar mais uma vez a emoção de ter andado no avião da Diana Gomes da Silva, piloto de acrobacia aérea. Foi uma experiência duplamente radical, pela aventura de loopings, voos invertidos e acrobacias em si mesmas, mas também pela confiança absoluta que a Diana transmite. Grande pinta. Adorei voar de cabeça para baixo, com o céu aos pés e o rio Tejo 'no céu'... A dupla deste sábado é constituída por Daniel Traça, professor de Economia e Responsável pelos Programas Pré-Experiência da Nova School of Business and Economics, e o homem que coordena a equipa que fez subir os Mestrados da Nova nos rankings internacionais, e Diana Gomes da Silva, a única mulher piloto de acrobacia aérea da Península Ibérica e uma das poucas em todo o mundo. Se puderem não percam! 

 

publicado por Laurinda Alves às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
Quinta-feira, 22 de Março de 2012
1º episódio: Camilo Rebelo e Helena Cardoso de Menezes
publicado por Laurinda Alves às 10:11
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Domingo, 18 de Março de 2012
Link para ver o primeiro programa FEITOS EM PORTUGAL

Obrigada a todos os que escreveram mensagens, comentários, mails e sms, ou me ligaram para dar feedback do primeiro programa. Que bom terem gostado e que bom podermos estar todos tão contentes e gratos por este projecto ter tomado forma. Todos nunca seremos demais para mostrar o melhor dos portugueses e de Portugal. À medida que a série for evoluindo e os protagonistas se forem revelando, vão perceber ainda melhor a qualidade e a diversidade de dons. Estou mesmo muito satisfeita com o resultado final, e acreditem que é acima de tudo pela soma de talentos dos entrevistados, do realizador, do editor e de toda, toda a equipa da Take, mais a equipa da Loudness, que se envolveram nesta série. Aqui fica o link, para verem o programa: http://vimeo.com/38928019

publicado por Laurinda Alves às 10:36
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
Sábado, 17 de Março de 2012
Uma entrevista sem perguntas invasivas ou de devassa

 

Não posso deixar de sublinhar o registo e a atitude da Adelaide de Sousa, entrevistadora e apresentadora do programa Ente-Nós, na SIC Mulher, por ser capaz de conduzir longas conversas biográficas sem a menor tentação de devassar as zonas de intimidade da vida privada dos seus entrevistados,nem fazer perguntas invasivas. Agradeço esta elegância e inteligência, mas também registo a alegria e a maneira como a Adelaide é sensível à sensibilidade dos outros. Aqui fica o link para a entrevista e os horários diurnos de 5 das 9 repetições ao longo da próxima semana: terça 07:00 e 11:00; sexta 17:30, sábado 17:45, domingo 20:00. Hoje é o dia D, da estreia de FEITOS EM PORTUGAL, e felizmente tenho um almoço com a família alargada, com tios e primos do lado do meu pai. É bom pela alegria de estarmos juntos mas também ... para me distrair e não ter muitos nervos pela expectativa. Quem, como eu, faz um trabalho mais exposto, atravessa períodos de visibilidade e invisibilidade, por assim dizer. Neste momento estou numa fase de grande visibilidade e exposição, e embora seja uma fase particularmente feliz e construtiva, confesso que não é desprovida de nervos. Como nas horas antes das provas orais que são feitas com assistência, estão a ver?! É mais ou menos isso. Bom sábado e amanhã falamos sobre o feedback da estreia. Obrigada por estarem aí!

publicado por Laurinda Alves às 11:43
link do post | comentar | ver comentários (17) | favorito
Quinta-feira, 15 de Março de 2012
Dupla estreia no facebook

Usei esta fotografia que a Mariana Sabido

me tirou este Verão (com a filha dela ao

meu colo) para renovar este blog, mas

também para me estrear no facebook,

onde inaugurei uma página pessoal para

poder divulgar semanalmente notícias

sobre os programas da série Feitos em

Portugal, para ir escrevendo umas linhas

sobre cada um dos entrevistados, e para

ir dizendo o essencial sobre as suas áreas

profissionais. O link para o facebook dos

programas é este mesmo basta clicar aqui.

Gostava que fossem lá ver. Se gostarem da

página e do tema, claro que adoro ter likes.

Quanto à minha página, vou usá-la apenas

para divulgar coisas de trabalho, sejam os

programas ou os cursos de Comunicação.

Não vou ter tempo nem disponibilidade para

dialogar no fb e prefiro manter essa conversa

aqui no blog. Mais coisas? Quem não conseguir

ver a série no ar nem a puder gravar, pode ver

depois os programas aqui no blog ou no facebook.

publicado por Laurinda Alves às 00:22
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quarta-feira, 14 de Março de 2012
A emoção e o suspense das véspera da estreia

 

É impossível negar a emoção e esta espécie de suspense que se vivem nas vésperas de estrear uma nova série de programas de televisão. A emoção vem da concretização de mais um sonho; o suspense decorre do facto de não sabermos qual a reacção do público ao nosso trabalho. Somos sempre muito parciais e talvez até incapazes de ver todos os defeitos daquilo que realizamos e produzimos, mas já vimos e revimos tantas vezes estes programas, para os editar, para os pós-produzir e para os finalizar, que já sabemos de cor todas as suas imperfeições. Mas também conhecemos de coração todos os detalhes que ficaram mais-que-perfeitos. Perdoem-me a imodéstia, mas há mesmo pormenores espectaculares nesta série e posso falar deles porque se devem à qualidade humana e profissional dos entrevistados; à criatividade do realizador Marco Espírito Santo; à combinação da sua sensibilidade com a do João Lança de Morais, o director de fotografia; à arte e rigor do editor João Canadinhas, sempre articulado com o realizador; ao operador de som Pedro Melo, que fez um excelente trabalho, muito profissional, e ainda por cima nos trouxe uma alegria incrível nos tempos de filmagens; e ainda às produtoras Raquel Pereira, Mónica Martins e Alexandra Dias; bem como ao fundador da Take It Easy, Frederico Cerejeiro, também ele realizador de cinema e com o olhar afinado para perceber imediatamente qual a equipa certa para realizar este projecto; à equipa da Loudness, que pós-produziu toda a série; aos músicos que compuseram e tocaram músicas originais para cada entrevistado e por aí adiante, num rol quase interminável de pessoas que se envolvem na produção e realização destes grandes projectos e cujos nomes povoam a longa e fascinante ficha técnica que aparece no fim, tal como acontece no cinema. Graças ao profissionalismo de todos e de cada um, os testemunhos dos meus entrevistados brilham de uma forma incrivelmente luminosa. Estou muito contente e muito grata a toda a equipa e espero sinceramente que o feedback destes programas, que só revelam pessoas e realidades construtivas,  também seja positivo. Veremos.

 

publicado por Laurinda Alves às 01:32
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Amanhã no Sociedade Civil e na sexta na SIC Mulher

Amanhã, quinta-feira, vou ao programa Sociedade Civil da RTP 2, por volta das 14h, falar do recém-lançado livro Entre Gerações, que fiz com a fotógrafa Isabel Pinto para a Fundação Gulbenkian, mas também sobre causas e notícias positivas. É um privilégio e uma grande responsabilidade ter uma voz activa e poder amplificar outras vozes, ou dar voz a quem a não tem. A Fernanda de Freitas tem feito um trabalho admirável em matéria de causas, voluntariado e notícias construtivas, contribuindo assim para calibrar a realidade reportada pelos Media. No programa Sociedade Civil há debates, discussões, convergências e divergências, mas há acima de tudo uma valorização constutiva da actualidade. ainda bem que ela e outros como ela contrariam a lógica perversa em vigor na esmagadora maioria dos Media. Falo da lógica do 'quanto pior, melhor' e daquela espécie de lei perversa que dita que 'as boas notícias não são notícia'. É claro que são notícia e importam tanto como as más notícias, que infelizmente são também uma realidade incontornável. Ontem à noite gravei na SIC Mulher uma entrevista biográfica de 50', para o programa Entre Nós, da Adelaide de Sousa. Também ela aposta na realidade construtiva e também ela se interessa por tudo menos pela devassa da intimidade dos seus entrevistados. Não me fez uma única pergunta que me incomodasse ou à qual eu preferisse não responder. Muito pelo contrário, deu-me tempo e espaço para falar, tocou em assuntos relevantes e teve a inteligência de não atropelar raciocínios para fazer mais esta ou aquela pergunta que tinha pensado fazer. Durante o programa houve três surpresas que me comoveram, mas não as vou revelar. Ficam para sexta feira, à meia-noite e meia, o dia em que o programa vai para o ar pela primeira vez, pois a seguir repete mais 10 vezes ao longo da semana, em horários diurnos e nocturnos. Aqui ficam as imagens da entrevista conduzida pela Adelaide de Sousa nos estúdios da SIC Mulher. Tudo isto na semana e nas vésperas da estreia da série Feitos em Portugal, neste sábado, às 19:30 na RTP 2. 

 

 

 

publicado por Laurinda Alves às 00:24
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. Último episódio da série ...

. 12º episódio: Tiago Forja...

. 11º episódio: Jorge Vence...

. 10º Episódio: Vasco Ribei...

. 9º Episódio: Catarina Wal...

. 8º episódio: Pedro Ferro ...

. 7º episódio: Vera Cortês ...

. Agora sim, o 6º episódio ...

. Helder Lima e Mariana Gra...

. 5º Episódio: Zé Pedro Cob...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds