Terça-feira, 19 de Março de 2013
Pai

 

Uma cena familiar literalmente espelhada numa parede, mais uma imagem do meu pai a ler em pé, na sala de espera de um hospital, enquanto a minha mãe era consultada. Ambas as imagens revelam o meu pai no seu melhor, seja na sua capacidade de entrega à família, seja na paciência infinitamente paciente com que passa horas a fio à espera de cada um de nós, sempre que é preciso esperar. Tudo isto revela muito mais do que o que está à vista, claro. Hoje, dia do Pai, agradeço ao meu pai ser quem é e como é, mas também agradeço a Deus ser sua filha. O texto ficou muito redundante, eu sei, mas é assim mesmo que quero celebrar este dia: a dizer e a agradecer as mesmas coisas a alguém cuja bondade as merece de forma especial.

 

 

P.S.: Aos 81 anos o meu pai continua a ser e a parecer um rapaz.

tags:
publicado por Laurinda Alves às 10:35
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De deep a 19 de Março de 2013 às 21:26
De facto, a avaliar pelas imagens, o seu pai parece um jovem.

É assim também que eu vejo o meu, que tem 73 anos. Felizmente, hoje pude almoçar com ele. Apercebi-me, no fim do dia, que não podia sentir-me mais feliz (uma felicidade serena), apesar da chuva, do frio (1 grau) e de muitas horas de trabalho. :)

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds