Domingo, 3 de Fevereiro de 2013
O amor segundo Django e Tarantino

 

Adoro bons filmes com diálogos inteligentes. Gosto ainda por cima, de filmes longos, que não acabam depressa e nos prendem como um bom livro. Sou fã do Tarantino, acho graça aos seus excessos e, em especial, ao seu sentido de humor nas cenas mais improváveis. Nunca fui muito de rir às gargalhadas no cinema, mas o Tarantino é dos poucos que me fazem rir alto. Gosto de histórias de amor e particularmente das que nos fazem mesmo acreditar no amor. Finalmente, sou particularmente sensível à estética e a um sem número de 'detalhes' que foram milimetricamente pensados e realizados: começam logo no design, tamanho e cor das letras dos genéricos inicial e final, passam pelas músicas da banda sonora, pela maneira como todo o filme é filmado, pelo exagero de mortos e da pontaria dos que matam, enfim por tudo o que tem a ver com a luz e a direcção de fotografia, pelos travellings para trás quando os cavalos e as pessoas correm para a frente, pelas roupas e acessórios, pela direcção de actores, pelas cenas prováveis e improváveis, enfim por tudo. Ou seja, vou ver segunda vez e vou usar alguns diálogos e cenas para gerar debates em aula, nos meus cursos.

P.S.: Neste filme os maus morrem todos e também isso ajuda a 'lidar' com tanta morte e aquele sangue em golfadas 'à Tarantino'.

  

tags:
publicado por Laurinda Alves às 12:14
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De deep a 3 de Fevereiro de 2013 às 14:24
Não vi o filme, mas depois de ler as suas palavras apaixonadas sobre ele, fica na minha lista de espera.
Bom domingo. :)
De sofiazinha a 4 de Fevereiro de 2013 às 07:29
Não vi o filme ainda e sinceramente acho que nunca irei ver,acho que não iria gostar nem um só bocadinho da história de django. muito sinceramente acho que há filmes muito melhores para sugerir,por exemplo,o principe da pérsia e as areias do tempo.
De Zéza a 4 de Fevereiro de 2013 às 22:23
Também vi o filme e adorei.
É muito bom rir ás gargalhadas quando se vê tantas cenas chocantes.
É bom ficar comovida quando se vê tantas cenas de amor sentido.
De numadeletra a 12 de Fevereiro de 2013 às 14:15
Também sou fã de Tarantino, principalmente dos filmes mais recentes como "Kill Bill" e "Inglorious Bastards".
O "Django Unchained" vou ver hoje... e com ainda mais vontade, depois destas boas recomendações da Laurinda!
De numadeletra a 13 de Fevereiro de 2013 às 12:28
Gostei muito!
De Ana Isabel Fernandes da Silva a 2 de Março de 2013 às 12:55
Olá Laurinda,
gostaria muito de fazer o Workshop de 12 horas no Porto nos próximos dias 9 e 10 Março. Vivo em Lisboa mas tenho disponibilidade de me deslocar. Gostaria de ser contactada para o efeito.
Grata pela sua divulgação e disponibilidade.
Ana

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds