Quarta-feira, 16 de Maio de 2012
Homenagem ao Diogo Vasconcelos no seu dia de anos

Hoje o Diogo Vasconcelos faria 44 anos e não posso deixar de celebrar também aqui este dia e a sua vida. Por tudo, e também porque é a ele que devo este blog. Já o disse e não vale a pena repetir-me. Aqui fica a minha memória de um amigo que faz falta aos seus amigos, de um homem que faz muita falta à sua querida mulher, aos seus pais queridos, à sua família, a quem ele mais amava e mais o amou. O Diogo era e continuará a ser uma pessoa que faz falta ao país e que fazia a diferença no mundo.

 

 

publicado por Laurinda Alves às 00:16
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De viguilherme a 16 de Maio de 2012 às 09:30
Como não sei se esta máquina funciona pois esta novamente "embirrenta" e bloqueia vou experimentar entrar ....se entrar farei comentario ....se não ....espera-se por tecnico !!! aí vai .....
De viguilherme a 16 de Maio de 2012 às 16:32
Bem entrou ,mesmo depois de muito" embirrar " ela desbloqueou .....

Caminhei por trilhos nestes seus ultimos textos e ....Sua Mãe em sorriso de riso escondido em bela porta antiga descansada ....Cão chip em controlo automático em mensagem pessoal /virtual onde a mudança de paradigmas nesta sociedade TEcno/Virtual já com pouco "touch "afectivo e as distancias se tornam próximas assépticas e plasmaticas e....e....
Ha momentos que o silêncio é ouro .pois mantêm perenemente imagens memórias afectos dentro de nós e que serão unicas e intransmissiveis ....

O video do Pedro Ferro seria "contar uma história sem ter um pai tão poderoso dentro dele " vive as imagens de reflexos ...do outro lado do espelho ...dum lado uma linguagem operativa ,executiva ,controlada de outro lado umas mãos voadoras ,criativas ,subtis ,que descobrem e exploram sons de rara sonoridade ....parece tudo se passar em mundos onde a ordem o rigor imperam e salta-se para um Indiana Jones á procura da pedra de esmeralda com grandes laivos de criatividade ,desafio ,e descoberta ,mas a ser perseguido pela ordem sem espontaneidade ....

Rita vive criando á roda do quarto/atelier e no quarto /atelier ...tudo aí se transmuta....vive-se em histórias de um passear /viajar /viver rápido em mutações permanentes de colagens de momentos ,de instantes surreais ,de históias num fim sem fim pois outra ao lado surge a conversar com outra e mais outra e ainda outra ....como o face book ou o twiter ...onde historias incompletas mas a poderem finalizar conversam em cadeia com a provocação do Novo ,o Desafio da surpresa ,o pasmo dio inesperado onde tudo rola ao mesmo tempo na máquina do tempo já sem tempo por não saber já o que é ter tempo !!!!!

De Anónimo a 26 de Maio de 2012 às 20:01
Olá Laurinda. Sou uma grande fä sua, já do tempo da pais&filhos. Ainda nos cruzamos nos corredores da sonaecom...
Tive o privilegio de começAr a minha actividade profissional com o Diogo. A ele devo muita da minha genica e forma de estar na vida.
Faz- nos falta....

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds