Sexta-feira, 27 de Abril de 2012
Dialogue Cafe e Nações Unidas na Gulbenkian




Finalmente posso começar a dar as boas notícias que anunciei sobre o meu novo desafio com a Fundação Calouste Gulbenkian: convidaram-me a

ser manager do Dialogue Cafe, projecto altamente inovador do Diogo Vasconcelos, da Cisco e das Nações Unidas, apoiado por um conjunto expressivo de Fundações e organizações, entre as quais a própria Gulbenkian. Ser chamada a dar um contributo na concretização deste sonho do Diogo Vasconcelos comove-me profundamente por ser a herança de um visionário que era, também, um amigo. Devo ao Diogo a coragem e a força necessárias para me aventurar no mundo digital e inaugurar uma nova era na minha vida. Tivemos muitas conversas ao longo dos seus últimos 5 anos de vida, umas longas e outras breves, mas todas elas marcantes e transformadoras. Falámos vezes sem conta sobre a virtude e alcance do Dialogue Cafe e graças a esta amizade e proximidade ganhei uma nova consciência desta realidade real-virtual. Na altura em que falávamos sobre este e outros projectos não podia adivinhar que o Diogo partiria cedo demais, nem imaginava que meses depois seria chamada a dar sequência ao Dialogue Cafe. Neste momento já há mais de uma dezena de DC espalhados pelo mundo, de Lisboa a Cleveland, de Amsterdão a Ramallah, do Rio a Beirute, passando naturalmente por Paris e Londres. Em breve haverá Dialogue Cafe nos 5 continentes, para que pessoas de diferentes culturas e diferentes civilizações se possam encontrar à mesma mesa e, como dizia o Diogo, ter uma janela aberta sobre o mundo. Através do sistema de Telepresença da Cisco, pessoas e organizações de todas as áreas podem trocar experiências, produzir conhecimento e criar projectos em conjunto. O DC é uma plataforma mundial para a inovação social, um grande projecto que utiliza tecnologia de ponta de videoconferência e um meio de passar palavra na sociedade civil, entre gente de todo o mundo. A mim cabe-me ser manager-curator-gatekeeper do Dialogue Cafe em Lisboa, e em breve voltarei ao tema para explicar como é que pessoas singulares, associações e instituições com projectos construtivos e iniciativas transformadoras com impacto social se podem encontrar no DC. Para já posso garantir que tudo isto é mesmo um sonho tornado realidade.




publicado por Laurinda Alves às 00:18
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds