Segunda-feira, 10 de Outubro de 2011
Saudades da ilha e da gruta azul

 

Voltei à Berlenga este fim-de-semana e a ilha estava um sonho. Céu limpo, mar transparente, grutas com sol, cais deserto, ilha sem barcos de carreira e quase sem gente. Foram só dois dias, mas parece que foi uma eternidade. Sabe bem começar as semanas agitadas depois do silêncio e da paz na ilha. Ajuda a atravesssar os tempos difíceis e a lidar com as notícias menos boas... 

 

 

publicado por Laurinda Alves às 10:40
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De João Delicado a 10 de Outubro de 2011 às 14:53
B-e-l-e-z-a
De Tiago Casaleiro a 10 de Outubro de 2011 às 15:39
Que bom que é quando encontramos esses espaços de silêncio e solidão!

força ;)

Abraceijo,

Tiago Casaleiro

De Antonio Brazão a 10 de Outubro de 2011 às 20:57
Olá laurinda !

Porque vivi muitos anos em Caldas da Rainha acabei por ter a possibilidade de ir bastantes vezes à Berlengas, umas vezes para mergulhar, outras para pescar. Ver este seu post trouxe-me a nostalgia do tempo em que tinha tempo para ter tempo! Será o tempo o maior dos bens hoje em dia?

Parabens e obrigado pelo post !

Abraços. Seja feliz.

António.

P.S. O "nosso" Mia Couto acabou de ganhar o prémio Eduardo Lourenço 2011 instituído pelo CEI (Centro de Estudo Ibéricos da Guarda). Fica aqui o meu registo (em Blog alheio.. ups ...) e a minha admiração sobre um poeta/escritor MAIOR, da Língua Portuguesa.
De ann a 10 de Outubro de 2011 às 23:38
Que cores...maravilha!
Só é pena, para mim, que nesta viagem, é melhor a "Estalagem que o Caminho"...

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds