Quarta-feira, 5 de Outubro de 2011
Saudades do Douro em tempo de vindimas

 

Neste feriado do 5 de Outubro e por estas alturas penso sempre no Douro, nem sei bem explicar porquê. Talvez porque em alguns anos passei ali alguns dias de vindimas e pós-vindimas maravilhosos. Hoje acordei com esta imagem do rio e das encostas e como também para mim o Douro é um dos lugares mais bonitos do mundo, aqui fica com o suplemento de nostalgia que esta época de fim de Verão, fim de vindimas e prenúncio de Outono trazem. Bom feriado!

publicado por Laurinda Alves às 12:17
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Concha a 5 de Outubro de 2011 às 13:04
Querida Laurinda
Não pude estar na Igreja de Arroios e tive pena. Sei que perdi uma grande oportunidade de poder ir mais longe no conhecimento de Deus.
Esta imagem hoje fez-me lembrar que há um ano andei por ali. Fica sempre um pouco de nós nos lugares por onde andámos e gostámos, mas também trazemos dos mesmos lugares os momentos bons e a beleza da paisagem e essa ninguém nos tira.
Bom feriado também para si com um beijinho grande.
De carlos roberto de souza a 5 de Outubro de 2011 às 17:30
A ACADEMIA MACHADENSE DE LETRAS (Machado-MG) comunica que estão
abertas as inscrições para o VIII Concurso Plínio Motta de Poesias, do
ano 2011. As inscrições vão até o dia 21 de outubro de 2011.
Entrem em contato para adquirir o Regulamento:
a/c Carlos Roberto machadocultural@gmail.com
ESTE CONCURSO ESTÁ ABERTO PARA TODOS!

OBS: O VALOR DA INSCRIÇÃO ( 2 REAIS) PODE SER COLOCADO DENTRO DO ENVELOPE COM AS 6 CÓPIAS DA SUA POESIA.
De Ana Santos a 5 de Outubro de 2011 às 23:15
'Saudades' só portugueses, conseguem senti-las bem, porque teem essa palavra, para dizer que as teem. Saudade do passado, de um lugar, nostalgia, oh Laurinda, porque não volta lá, ao Douro? Agora, quase 'cinquentínha' senti aquele lugar de outra maneira e foi tão bom, acredite! Abraço para si e para o Martim, Ana
De ann a 6 de Outubro de 2011 às 10:04
DOURO, MEU BELO PAÍS

Douro, meu belo país do vinho e do suor,
bárbaro canto arrancado à penedia
por um destino que nos faz andar
da alma para os olhos, dos olhos para a alma!
Douro, eh lá, uma nova era se anuncia
e traz aos nossos ouvidos uma promessa de rosas.

Ouço já o crepitar das metralhadoras da paz,
esses corações de aço que se chamam tractores.
Ouço-os e uma visão de terra alegre,
alegre como um tesoiro descoberto,
rasga-se, sob o nosso espanto, na tua carne.

Não mais as horas fechadas como punhos
e os morros inóspitos de carqueja bravia.
O tempo estender-se-á na nossa esperança,
claro, claro como um leito nupcial;
nos valados correrá um sol caudaloso,
fulminando, ao seu contacto, os fantasmas da miséria.

Eh lá, Douro, meu belo cavaleiro enamorado
por uma dama que fugia na tua angústia
depõe, finalmente, os velhos trapos
de matagais, escombros e vinhas amortecidas.

As enxadas deixarão de cavar o desespero;
o ferro e a pá arrumar-se-ão nos arquivos da memória.

Onde irá o tempo das vacas magras
quando um tractor cantar em cada monte
a deliciosa canção da fecundidade?!

Haverá muitos tractores, haverá mais armas
apontadas aos baluartes da fome.

Haverá mais pão, haverá mais rosas.

Eh Douro, meu belo país!


ANTÓNIO CABRAL

De Helena a 6 de Outubro de 2011 às 10:08
Olá Laurinda!
Nasci e vivi na região do Douro até aos meus 18 anos!
Em jovem tantas vindimas fiz naqueles socalcos do Douro, apesar de ser um trabalho duro faziamos aquilo com tanta alegria, que fazia esquecer a parte em que andavamos de costas dobradas o dia todo. E o final das vindimas era sempre uma grande festa e todos os jovens regressavamos à escola com o dinheiro ganho para os livros e umas roupinhas novas.
Partilho da sua opinião que o Douro é uma das mais belas paisagens do mundo.
Uma boa semana!
De Joana Freudenthal a 7 de Outubro de 2011 às 13:29
Ai, o que tu foste dizer!... :)
É, na verdade, um dos sítios mais belos do mundo.
Saudades, também.

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds