Terça-feira, 4 de Outubro de 2011
Casa cheia, cheia!

(As fotografias deste post são todas do fotógrafo Pedro Miguel Barreiros, cujo site é www.pmbarreiros.com)

 

 

 

Vou a caminho de Leiria, para gravar mais uma entrevista, mas não posso deixar de escrever umas linhas para falar do encontro de ontem à noite. Casa cheia, cheia, impressionante! Entre crentes, descrentes, cépticos e duvidosos éramos mais de mil pessoas (esta igreja tem um segundo andar, digamos assim, onde cabem tantas pessoas como as que cabem no andar de baixo, mais as laterais). Nunca tinha estado na Igreja de São Jorge de Arroios e confesso que não estava à espera desta adesão em massa para um serão de conversa sobre Deus. O serão foi muito profundo, mas também muito divertido e leve, com aquela leveza que vem da alegria de quem se reconhece no essencial, seja pela via espiritual, ética, humanista ou estritamente racional. Muito bom. Obrigada ao padre Paulo, pelo desafio/convite a participar, e obrigada a todos os que comentaram aqui ou lá, e estiveram presentes por pertencerem a este nosso círculo alargado de amigos. Mesmo muito bom, insisto.

 

publicado por Laurinda Alves às 09:05
link do post | comentar | favorito
22 comentários:
De viguilherme a 4 de Outubro de 2011 às 10:00
Parabéns pelo seu caminhar quer com as entrevistas como conferencista ...pois é sempre energia em movimento em varios olhares ....
Esta máquina mantem-se a embirrar comigo e varios imprevistos acontecem .....até agora ,as fechaduras de casa abrem sem se lhes mexer ...tecnokogia perversa .....elevador para a meio sem luz e reabre apos alguns minutos .....brincadeiras de altas tecnologias !!!!!!
talvez da crise as "coisas "andem bastante alteradas com quebras de energia ou com altas energias .....va-se lá saber .....

É SEMPRE BOM TER NOVAS Suas .....
De Anónimo a 4 de Outubro de 2011 às 10:01
Obrigada eu, nós quantos tivemos oportunidade de participar, ouvindo a partilha de experiência de uma fé intermitente que se pretende mais on.
Manuela
De Elaine Gregorio a 4 de Outubro de 2011 às 10:24
Olá,
Foi um serão muito bom. Obrigada pela sua partilha, gostei muito. Eu que costumo estar presente durante a semana também não estava à espera de ver a Igreja assim tão cheia.

Obrigada.
Beijinhos.
De ISABEL a 4 de Outubro de 2011 às 11:22
Querida Laurinda,

Como membro da paróquia de Arroios quero agradecer-lhe a sua presença luminosa ontem à noite na nossa igreja.

Conheço o seu trabalho e as causas nobres em que se envolve, mas nunca a tinha visto a falar em público. Fiquei impressionada!

Apesar de muito admirar os outros dois intervenientes e achar que também estiveram muito bem na conferência, para mim a figura da Laurinda destacou-se pela autenticidade e clareza que pôs em todas as suas palavras.
Foi um momento único pela troca de ideias e pela cumplicidade entre o público e os intervenientes.
Tive a sensação que a minha fé amadureceu com a troca de ideias que tivemos ontem.
Aprendi muito com todos.

Muito obrigada por partilhar connosco as suas experiência de Fé!

Vou rezar por si.

Um abraço,
Isabel
De maria taurino a 4 de Outubro de 2011 às 11:22
Bom dia! Não pude estar presente mas gostaria muito de saber a forma (e o conteúdo!)como decorreu. Será que alguém gravou? Irá alguem fazer uma reportagem/comentário mais alargado? Agradeço. Abraços, mrtaurino
De Júlia Costa a 4 de Outubro de 2011 às 12:53
Na véspera de ontem não imaginava que iria estar onde estive, ainda para mais numa 2ª feira à noite!
Mas a verdade é que não consegui resistir ao convite recebido através do Fb e comigo arrastei o grupo de jovens que animo na minha paróquia (todos universitários em várias áreas, muitos deles em ciências). Chegar, ver tanta gente, e no final perceber que aqueles jovens estavam fascinados, alegres e entusiasmados, e já nem se queixavam pelo facto de não poderem deitar-se tarde porque tinham aulas mto cedo, foi mto bom. Se há serões bem passados, este foi, definitivamente, um deles! Obgda por ter partilhado da sua fé e da sua vida connosco, assim, duma forma simples, daquela maneira a que nos tem sempre habituado. Obgda . Júlia Costa
De Tiago Branco a 4 de Outubro de 2011 às 13:06
Foi realmente fantástico! Obrigado pelo seu testemunho que me ajudou a dar mais um passo na caminhada de fé.
De Elisabete F. Santos a 4 de Outubro de 2011 às 13:25
Boa Tarde,
Também lá estive, até porque gosto muito de ir àquela igreja, quem diria que aquela paróquia se iria transformar num sitio tão acolhedor que leva até si tanta gente e de diferentes idades, muito bom. Eu que já lá vou faz alguns anos encontro uma casa renovada, transformadora a cada dia que passa.
Não fiquei surpreendida pela quantidade de gente que encontrei, aliás até estava à espera pelas pessoas que iam falar, por todas as suas competências, por todo o seu potencial...
Eu pessoalmente vi afixado um folheto na igreja onde a minha filha tem catequese, disse logo Laurinda Alves tão perto? não vou perder :).
Gostei bastante e adorei o final muito acolhedor.
Precisamos de mais momentos destes.
Ontem foi o dia de anos do meu Pai, 86 aninhos, fez 12 aninhos que a minha filhota recebeu o Baptismo e morreu a Mãe de uma Grande Amiga.
"Quem recebe em si a palavra de Deus, experimenta um novo sabor na vida. Tudo é doce."
[Error: Irreparable invalid markup ('<br [...] <a>') in entry. Owner must fix manually. Raw contents below.]

Boa Tarde, <BR>Também lá estive, até porque gosto muito de ir àquela igreja, quem diria que aquela paróquia se iria transformar num sitio tão acolhedor que leva até si tanta gente e de diferentes idades, muito bom. Eu que já lá vou faz alguns anos encontro uma casa renovada, transformadora a cada dia que passa. <BR>Não fiquei surpreendida pela quantidade de gente que encontrei, aliás até estava à espera pelas pessoas que iam falar, por todas as suas competências, por todo o seu potencial... <BR>Eu pessoalmente vi afixado um folheto na igreja onde a minha filha tem catequese, disse logo Laurinda Alves tão perto? não vou perder :). <BR>Gostei bastante e adorei o final muito acolhedor. <BR>Precisamos de mais momentos destes. <BR>Ontem foi o dia de anos do meu Pai, 86 aninhos, fez 12 aninhos que a minha filhota recebeu o Baptismo e morreu a Mãe de uma Grande Amiga. <BR>"Quem recebe em si a palavra de Deus, experimenta um novo sabor na vida. Tudo é doce." <BR class=incorrect <a name="incorrect">Anselm</A> </A>Grün , em "Bento de Núrsia - Mestre da Espiritualidade". <BR><BR>Bem haja. <BR>Elisabete F. dos Santos
De Elisabete Santos a 6 de Outubro de 2011 às 11:14
Bom dia,
Não sei o que aconteceu na missiva que escrevi (casa cheia - igreja São Jorge de Arroios) de dia 4.10.2011 parece-me que ao verificar a ortografia se duplicou o conteúdo (?) peço desculpa pela apresentação do comentário.
"Quem recebe em si a palavra de Deus, exprimenta um novo sabor na vida. Tudo é doce" autoria da palavra Anselm Grün.
Dias felizes e obrigado por estar aqui.
Elisabete
De Anónimo a 4 de Outubro de 2011 às 18:51
É verdade. Eu estive lá e valeu francamente a pena. A linguagem que os cristãos precisam de usar para chegar e tocar os nossos contemporâneos, homens e mulheres com sede de Deus, foi a que usaram os três cristãos que ontem ocuparam o altar mor da igreja de Arroios.
Obrigada, em particular, pela partilha e dicas da Laurinda.

Eva
De Nuno Garizo a 4 de Outubro de 2011 às 19:29
Boa Tarde...Quero antes de mais parabenizar a iniciativa da Igreja de Arroios, pois correu muito bem, e creio que foi uma excelente maneira de falar abertamente sobre um tema que gera muitas duvidas!
Foi um encontro que serviu para todas as pessoas a falar e exprimir todas as suas duvidas, e esperar sempre uma boa troca de ideias da parte dos convidados, que souberam conduzir aquele encontro de uma forma muito leve mas sempre clara, tanto para crentes como para não crentes.
É tambem de realçar este facto:
Foi um espaço em que conviveram pacificamente todas as pessoas, as que crêm e as que não crêm, de facto é algo digno de registo.
Para mim foi um encontro muito util, e agradavél, já que começo na 6ª feira o meu processo de catequese nessa mesma Igreja, facto pelo qual estou muito entusiasmado, e que aquele encontro de ontem, me fez perceber muita coisa, e uma delas foi o facto de que uma pessoa não constrói a sua Fé sozinha, será sempre necessário, estar em convivío, para que essa mesma Fé possa cada vez mais ser menos "intermitente"....
Muito Bom!
De ann a 5 de Outubro de 2011 às 18:52
Que pena não ter estado lá! Tudo gente que me merece o máximo respeito e atenção, sempre...
Adorava mesmo ter partilhado.
Parabéns, por nesta época tão conturbada a todos os níveis, haver quem tivesse esta iniciativa.
Afinal, somos ainda, gente com «muita pinta»!

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds