Segunda-feira, 14 de Fevereiro de 2011
A passagem do tempo

 

Li numa tarde um livro autobiográfico dos célebres irmãos Campana, designers brasileiros de referência internacional convertidos em ícones da modernidade, onde contam como chegaram ao reconhecimento global da sua forma de arte. De uma maneira simples e directa, Humberto e Fernando, descrevem os avanços e recuos do seu já longo percurso e falam das marcas do tempo nos seus objectos e peças. Gostei particularmente desta frase, escrita a propósito das suas cadeiras da lendária série Des-Confortáveis: "vão recebendo com dignidade as marcas do tempo, envelhecendo naturalmente". Gosto da universalidade da frase, quero dizer.

publicado por Laurinda Alves às 00:28
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De fernando alves a 14 de Fevereiro de 2011 às 02:47
adorei este post e a frase. beijinhos *
De George Sand a 14 de Fevereiro de 2011 às 21:36
Começaram por trabalhar na feira. Não são, tanto quanto são, desigers. Penso que um deles até estudou direito...são os contrastes do Brasil

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds