Segunda-feira, 13 de Dezembro de 2010
Surpresas de Arouca

Eis o filme das surpresas que levei para Soutelo: um saco cheio de doces, bolos e especialidades de Arouca, a terra natal do pe Alberto de Brito, que a Teresa Sousa me pediu para entregar em mão. Esta encomenda tem graça porque nem eu nem o pe Alberto conhecemos a Teresa, mas ela soube pelo blog que íamos estar juntos e preparou uma espécie de cabaz de Natal que pediu a um amigo para me entregar no Porto na 5ª feira, quando fui ao hospital de São João. Ou seja, estes doces já viajaram de Arouca para o Porto, depois para Lisboa e hoje para Soutelo. Grande presente, Teresa! O pe Alberto ficou radiante, como se pode ver pelas fotografias tiradas pela Isabel Pinto. Os bolos comeram-se ao lanche e os doces ficaram guardados para serem degustados em Bruxelas, onde vão saber ainda melhor. E vivam os amigos que sabem o que é viver longe e ter saudades dos sabores das coisas boas da terra natal!

 

publicado por Laurinda Alves às 00:05
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De Carlos a 15 de Dezembro de 2010 às 23:59
Boa noite Laurinda
Obrigado... muito obrigado pelas tuas (por mim fica já assumido o “tu”) respostas!.
Primeiro pela curiosidade que me despertaste em relação ao livro/conversas com o padre Alberto. Vê-se que estás mesmo entusiasmada!!! Eu fiz há uns dez anos um curso de relações humanas com ele, foi realmente um previlégio... pelo que fico a aguardar com muita espectativa o livro.
Segundo pelas tuas palavras em relação à “partilha-intenção” de Soutelo.
Foram de grande ânimo... e muito bem me souberam... obrigado !!!
Muitas vezes não percebo nada... não percebo como fui “parar” ali naquela “escola”, no meio de tantas freirinhas e futuros jesuítas... eu um “tolo” como outro qualquer! Mas tentando entregar-me nas Suas mãos... só consigo agradecer. É uma Graça ter sido “chamado” para ali estar... na escola... com tão grandes mestres, como o p. Alberto. E tenho a certeza que Ele lá sabe o “para quê” !!!.
Mas... quem me dera ter Fé do tamanho de “um grão de mostarda”...
Por enquanto sinto, como Santo Inácio no início... que Ele me trata “assim como um mestre-escola trata um criança, ensinando-o”.
Obrigado por me aturares!... mas se calhar “isto” não deveria ser publicado... decide “tu”... beijinho
De Laurinda Alves a 16 de Dezembro de 2010 às 01:17
Carlos, decidi publicar justamente por ser mais uma partilha de alguém que vive de coração aberto para aceitar os desafios que a vida (e Deus, para nós os crentes) traz. Acredito profundamente que interessam muito mais os "para quê?" o que os "porquê?" e tento não fazer muitas perguntas dessas que ficam fatalmente sem resposta (falo dos "porquê?", que são os que nos levam mais facilmente a esbarrar em muros altos e intransponíveis). Ou seja, vivo mais apostada em perceber os "para quê?", nessa lógica muito inaciana que se aprende e interioriza no silêncio dos EE. As fotografias que tirámos ao pe Alberto estão uma beleza e era mesmo aquilo que queríamos fazer. A Isabel Pinto é uma das melhores fotógrafas portuguesas e sabe sempre captar o espírito (ler: o essencial). Estou muito contente e acho que este livro vai ser apenas o primeiro de vários que o pe Alberto tem para escrever. Neste eu apenas sirvo para lhe dar voz e aquele primeiro balanço para se atirar a voos mais altos, mas já sozinho. Toda a sua experiência e vida vivida em mais de 50 países merece ser contada e partilhada, e é isso que espero que ele faça depois deste livro, quando perceber o impacto das suas palavras e da sua maneira de comunicar. Obrigada mais uma vez pela sua partilha e pela confiança em mim e no círculo alargado de amigos (crentes e descrentes, note!) aqi do blog. Se de futuro quiser escrever por mail, como fazem algumas outras pessoas que me pedem para o fazer por preferirem reservar algumas das suas partilhas, mande-me o seu mail e eu respondo. Um abraço.

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds