Sábado, 11 de Dezembro de 2010
MoMA: o impacto da arte em pessoas com demência

 

Ouvi com interesse a apresentação que Laurel Humble, do MoMA de NY, fez na Fundação Gulbenkian sobre as actividades para pessoas com Alzheimer e suas famílias num dos grandes museus de referência no mundo inteiro. Meet Me at MoMA (http://www.moma.org/meetme/) é o nome do programa onde se incluem todas as iniciativas especiais para pessoas com necessidades especiais. É impressionante o impacto que a arte e as visitas guiadas pelo museu têm nos doentes com Alzheimer ou alguma forma de demência. Estudos da Universidade de Nova Iorque (NYU School of Medicine) provam a eficácia destas iniciativas e sublinham que nas semanas a seguir às idas ao Museu estes doentes revelam maior auto-estima, estão mais bem dispostos e menos vulneráveis em termos emocionais. O efeito estende-se aos cuidadores, que como todos sabemos, vivem em tensão e desgaste permanentes e facilmente entram em burnout emocional e físico. Estas e outras experiências e testemunhos fizeram toda a diferença para quem participou nos dois dias de debate na Gulbenkian sobre Políticas e Medidas de Integração para pessoas com Alzheimer. Valeu a pena o debate, até para funcionar como um alerta social e levar mais pessoas a despertar para a realidade de uma doença terrível que faz com que o doente deixe de saber quem é, deixe de reconhecer os seus familiares e (quase) todos os que ama e deixe de saber qual é o seu papel e o seu lugar no mundo.

 

publicado por Laurinda Alves às 19:00
link do post | comentar | favorito
4 comentários:
De Zilda Cardoso a 11 de Dezembro de 2010 às 20:46
Foi com toda a certeza muito interessante e é cada vez mais proveitoso termos conhecimentos sobre essa doença. Tenho-me confrontado ultimamente com alguém da família que tem essa doença tão frustrante e fico tão desiludida sem saber o que lhe fazer e dizer... E tem sido uma degradação tão rápida! Não julguei possível.
De Alexandra Silva a 11 de Dezembro de 2010 às 22:38
Laurinda, obrigado pela partilha.
De Alexandra Silva a 12 de Dezembro de 2010 às 15:44
Laurinda,
Amanhã à noite, durante o Jornal da Noite (TVI), vão transmitir uma reportagem (espaço "Repórter TVI") sobre a doença de Alzheimer.
Como falou sobre esta doença, lembrei-me de a avisar, pois pode estar interessada em ver a reportagem.

De Fernanda Matias a 13 de Dezembro de 2010 às 16:32
O impacto de não perder a individialidade

Esta terrivel doença, está a instalar-se na maioria das familias, porque existem muitos casos diagnosticados e não há como dar volta á questão, uma vez que a doença é irreversível, devastadora fisica e mentalmente para os que dela sofrem e ,um desespero para os cuidadores, especialmente os Familiares, que nem sabemos como fazer?
Já há alguns anos (10) estive uma semana em formação sobre maus tratos a crianças e idosos. Acompanharam-nos neste aprendizagem e reflexão, pessoas como o Pediatra Mário Cordeiro o Juiz Armandro Leandro a Escritora Inês Pedrosa, entre tantos. Nunca mais me esqueci de o Juiz Armando Leandro contar que um eu colega com esta terrivel doença, já estava Institucionalizado e havia deixado de comer, entre outras desistências da vida .Num dia em que visitou por estima e amizade, este Juiz com que tenho aprendido muito desde há longos anos, disse-lhe : Sr.Dr. hoje sou eu que lhe vou dar o almoço. O outro Juiz doente, sorriu, comeu e passou a comer, quando tratado pelo que foi. È uma atitude tão simples e de um impacto tão grande, que faz a diferença entre tratar bem ( a individualidade e identidade) e um mau trato. Direi mesmo, no caso em concreto, que seria a diferença entre morrer e viver.
Um grande abraço
Fernanda Matias

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds