Quinta-feira, 2 de Dezembro de 2010
Máquinas de vender livros

 

Nas minhas andanças de comboio para cima e para baixo reparei nas novas máquinas de vender livros e gostei da ideia. São iguaizinhas às que vendem águas, sumos, bolos, sanduíches e chocolates, mas em vez disso vendem livros de bolso. Ou seja, escolhemos o autor e a obra, pomos as moedas e sai um livro para ler na viagem. Muito bom.

publicado por Laurinda Alves às 01:01
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Raquel Martins a 2 de Dezembro de 2010 às 10:43
Verdade! Estas máquinas são um vício cativante nas minhas idas do Porto a Lisboa de comboio!
Deviam estar espalhadas em mais sítios!
De Dina a 2 de Dezembro de 2010 às 12:01
Nunca vi, mas é realmente uma óptima ideia!
De Alexandra Silva a 3 de Dezembro de 2010 às 18:56
ADOREI a ideia! Bela descoberta!
De João Nuno a 5 de Dezembro de 2010 às 02:03
...querida Laurinda, quando vi a imagem, sem ler o post, pensei, de imediato, que este era um projecto inventado e arquitectado por si. Depois entendi tudo:)
É que projectos destes estão muito ao alcance de pessoas como a Laurinda.
Um beijinho
João Nuno
http://joaonunomb.spaceblog.com.br

De Ana Filipa Oliveira a 26 de Março de 2011 às 22:41
Viva à Criatividade salutar! Acho a ideal maravilhosa. Nunca vi. Quando for a Portugal, vou estar atenta na estacão de comboios. Como a Laurinda diz "com muita pinta"!

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds