Quarta-feira, 24 de Novembro de 2010
Filme deste dia de greve

publicado por Laurinda Alves às 17:20
link do post | favorito
De inês a 24 de Novembro de 2010 às 18:40
Eu com o dinheiro que não perdi por causa da greve a que não aderi fui ao supermercado comprar alimentos e produtos de higiene pessoal. Fui trabalhar como sempre trabalho e vi muitíssimos como eu, revoltados com os políticos mas conscientes da inutilidade de um protesto destes.
Não concordo com esta greve porque além de não poder alterar nada do contexto social em que estamos, não indica alternativas. O trabalho é um bem escasso actualmente e houve gente que não foi trabalhar por não haver serviços mínimos de transportes por exemplo - considero isto uma forma de abuso para com quem queria ter ido trabalhar. E quem esperava há meses ou anos uma audiência em tribunal? Os direitos e os deveres das pessoas têm de ser re-avaliados à luz das mudanças que aconteceram em 30 anos.
A minha proposta era trabalharmos todos mais um dia por semana, por exemplo, a bem do futuro dos nossos filhos e do País. Fazer menos pontes e gozar menos feriados e ser-se premiado por isso. E outras coisas assim impopulares e pragmáticas...
De Zilda Cardoso a 25 de Novembro de 2010 às 16:15
Ainda há quem pense com clareza.
Podemos nós não ficar a ver a manifestação passar? O que é que se sobrepõe ao protesto e ao direito de protesto? Será o dever de fazer mais e melhor?
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds