Segunda-feira, 6 de Setembro de 2010
Alguns livros que marcaram a minha vida

 

Volto ao tema dos livros por duas razões: a primeira, para agradecer o contributo dos visitantes do blog que já construíram aqui uma bela pilha de livros; a segunda porque prometi que eu própria faria uma pequena lista de alguns dos livros que marcaram a minha vida. Deixo-a aqui, com um sublinhado: não se trata de uma lista exaustiva nem intelectualmente correcta, mas apenas de uma colecção de boas memórias associadas a bons livros. Isto, ressalvando também o facto de ser a lista de que me lembro agora. Noutra altura ou com mais tempo podia lembrar-me de outros tão bons ou melhores que estes.

 

Começo pelo Murakami, a minha última paixão. Gosto de todos e só me falta ler uma obra deste autor. Vivo a 'poupar' os seus livros, para os fazer durar. Ou seja, só o leio quando sei que tenho umas boas horas de leitura pela frente. Não é o tipo de escrita que se possa ler a correr ou de forma muito avulsa.

 

Do passado mais remoto, para o presente mais actual:

 

. O Meu Pé de Laranja Lima, José Mauro de Vasconcelos

. A Trinta Diabos e a Casa da Árvore Oca, Enid Blyton

. Papillon, Henri Charrière

. O Velho e o Mar, Ernest Hemingway

. As Vinhas da Ira, John Steinbeck

. O Fio da Navalha, Somerset Maugham

. Aventuras de Arthur Gordon Pym, Edgar Alan Poe

. Contos Exemplares, Sophia de Mello Breyner (todos os seus livros de contos, poesia e prosa!)

. E Tudo o Vento Levou, Margaret Mitchell

. Contos, Anton Tchekhov

. Os Cus de Judas, Memória de Elefante, A Explicação dos Pássaros, António Lobo Antunes (e todos os seus livros de crónicas!)

. Memórias de Adriano, Marguerite Yourcenar (e o livro de Cartas de MY)

. O Amante, Marguerite Duras (e todos os seus livros)

. A Alma dos Ricos (trilogia), Agustina Bessa Luís

. O Quarteto de Alexandria, Lawrence Durrell

. O Dom, Vladimir Nabokov (e todos os seus livros, mais a colectânea de contos e de entrevistas que deu ao longo da vida - Opiniões Fortes)

. A Mulher Certa, Sándor Marái,

. O Profeta, Khalil Gibran

. O Principezinho, Saint-Éxupèry

. Cão Como Nós, Manuel Alegre

. Fazes-me Falta, Inês Pedrosa

. Para Sempre, Vergílio Ferreira

. A Queda Dum Anjo, Camilo Castelo Branco (e muitos dos seus incontáveis livros da sua interminável obra, pois sou uma camiliana ferrenha)

. Contos da Montanha, Miguel Torga (e partes dos seus Diários)

. Paraíso Perdido, John Milton

. Loin de Byzance, Joseph Brodsky

. Rua do Paraíso, Zilda Cardoso

. Hablando con Chillida, Martin de Ugalde

. Entrevista a António Lobo Antunes, Maria Luísa Branco

. Mala de Senhora e Outras Histórias, Clara Ferreira Alves

. Ulisses, James Joyce

. Cartas e Diário de Etty Hillesum

. Portugal e os Portugueses, D.Manuel Clemente (e outros deste autor)

. Fragmentos São Sementes, Novalis

. A Estrada Branca e a Poesia Reunida de Tolentino de Mendonça

. A Evocação de Sophia, Alberto Vaz da Silva

. Ouvir, Christian Bobin

. Aqui e Agora, Henri Nowen

. Não Há Soluções, Há Caminhos, Vasco Pinto de Magalhães

.

.

.

 

É impossível fazer uma lista de livros da nossa vida porque cada título e cada autor que enunciamos puxa por outro e mais outro. Deixo a lista em aberto e insisto na impossibilidade de ser exaustiva. Adorava dizer mais umas dezenas e organizá-las por géneros, mas não é tarefa para mim. Sou desordenada nas leituras e leio acima de tudo pelo prazer de ler. Para além de livros, leio jornais e revistas, mais as obrigatórias séries de artigos científicos de áreas sobre as quais trabalho (Boris Cyrulnik é um dos meus autores preferidos na área comportamental, mas não é o único). Por tudo isto, dou comigo a achar que é preferível dizer dois ou três livros marcantes do que cair na tentação de fazer listas. Em todo o caso aqui ficam aqueles de que me lembro agora.

publicado por Laurinda Alves às 16:01
link do post | comentar | favorito
12 comentários:
De Leonor a 6 de Setembro de 2010 às 17:06
Partilho inquestionavelmente, o "Para sempre" do Vergílio Ferreira, as duas Marguerites e o amor a Murakami mas dos que me marcaram recentemente, sem dúvida, os dois da Etty Hillesum , estes mudaram a minha vida e a minha relação com Deus.
Na minha lista, faltaria Simone Beauvoir e as suas memórias de uma menina bem comportada.
De Isabel a 6 de Setembro de 2010 às 17:28


Comento a lista de livros mais as fotos da Costa Vicentina - tudo uma beleza.
Adoro espreitar o seu blog porque há sempre uma imagem, uma palavra, uma ideia inspiradora...
Obrigada, Laurinda

abraço redondo,

isabel
De Vitor Martins a 6 de Setembro de 2010 às 19:17
Olá Laurinda!

Curioso! O que citaria de Camilo era precisamente esse, mas acrescentaria pelo menos “A Cidade e as Serras” do Eça que adoro.

Ainda me deve um comentário ao meu!

Abraços de todos nós!
De lia a 6 de Setembro de 2010 às 19:20
Obrigada por esta partilha gostei muito.
Li ha uns meses " A Sombra do Vento" de Carlos Ruiz Zafón que também é muito bom.
De Marcolino a 6 de Setembro de 2010 às 21:28
Querida Laurinda,
Belo retrato seu, de uma luminosodade impar!
Abraço
Marcolino
De Carmen Sequeira a 7 de Setembro de 2010 às 09:21
Muito Obrigada pela lista, alguns tb li e são livros da minha vida e de momentos muitos especias da minha vida. Partilho tb alguns livros que não estão na lista e que me marcaram muito, mas que se calhar a Laurinda até já leu:
O caminho menos percorrido - M.Scott Peck
Em busca de sentido - Vicktor Frankl
Cartas abertas - Jean Guitton
Uma vida um século - Jean Guitton
Porque dobram os sinos - Ernest Hemingway
Cartas - Etty Hillesum
O sentido religioso - Luigi Giussani

Estes livros encheram-me a alma, claro que há mais, mas tinha estes presentes na minha memória.

Esta ideia de partilha de livros é muito gira e enriquecedora.

Um beijinho,
Carmen
De Sofia a 7 de Setembro de 2010 às 09:52
Que bela lista! Vou aproveitar para tentar ler alguns dos títulos que listou. Eu em criança até nem gostava de ler, e ganhei o gosto por ler já em adulta para aproveitar melhor as viagens de comboio todos os dias para o trabalho e as férias. Depois de ser mãe deixei de ter tempo para ler, com uma criança pequena em casa e a chegar a casa todos os dias às 20h, não dá. Como deixei de andar de comboio e passei a andar de autocarro também deixei de conseguir ler nas viagens para o trabalho... Mas tenho pena e vou tentar, de alguma forma, arranjar um tempinho para ler. O último livro que li foi do Jorge Amado, Capitães da Areia e adorei.
Já que estamos a falar de livros aproveito para informar que hoje e amanhã todos os livros estão com 20% na www.wook.pt (livraria online da Porto Editora, editora onde eu trabalho).
:)
Um beijinho.
De Carlos Santos a 7 de Setembro de 2010 às 15:06
E a Bíblia, meu Deus, onde está ela? Ou li ( vi) mal a lista?
De Laurinda Alves a 7 de Setembro de 2010 às 15:16
Carlos, a Bíblia está à minha cabeceira, não se preocupe.
De Carlos Santos a 7 de Setembro de 2010 às 18:18
Não sou religioso,mas, como diria o Vinicius, a Bíblia é fundamental.
De Anónimo a 12 de Setembro de 2010 às 21:31
Laurinda:
Gostei muito da sua lista e do seu blog. Sou uma professora de Língua Portuguesa e Literatura, sou brasileira. Nunca fiz listas de meus livros favoritos, pois sempre estou conhecendo livros que depois se tornam meus favoritos (e são muitos!), por isso nem tento. Mas gostei da sua pois tem alguns que não conheço. Vou aproveitar a oportunidade para conhecê-los quando puder. Um abraço
Iraciara Catunda - Jequié - Bahia - Brasil
De Ana Paula a 22 de Setembro de 2010 às 14:03
Três livros marcantes... 'A Margem da Ausência' de Urbano Tavares Rodrigues; 'O Café dos Porquês' de John P. Strelecky e 'A Arte da Simplicidade' de Dominique Loreau. Beijóca gigante, Ana Paula

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds