Segunda-feira, 30 de Agosto de 2010
À sombra de um alpendre de sonho

 

 

 

Debaixo deste alpendre vivemos neste fim-de-semana momentos de grande tranquilidade e cumplicidade. Fui com a minha mãe para a casa de Verão de dois bons amigos e por ali ficámos num tempo sem tempo. Ou, como gosto de dizer (porque é o que sinto!), num tempo de eternidade. Neste alpendre de sonho lemos horas a fio, tivemos longas conversas, ouvimos as cigarras a cantar com toda a garra e todas ao mesmo tempo, e colhemos buganvílias de com flores de duas cores.

 

 

Não há nada melhor nem mais descansativo do que sentirmo-nos verdadeiramente em casa dos amigos. Nesta sem-cerimónia própria de quem se conhece e reconhece no essencial, os silêncios nunca pesam e todas as conversas apetecem. Obrigada Margarida e obrigada Antrónio. Adorámos estar aí convosco!

 

publicado por Laurinda Alves às 13:13
link do post | comentar | favorito
1 comentário:
De anf a 31 de Agosto de 2010 às 09:53
Pelas imagens deve ter sido muito bom, o espaço é giro.
beijinho

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds