Terça-feira, 20 de Julho de 2010
Conversas de amigas

 

Retrato da minha querida Clô, amiga de quem tenho sempre saudades e que vejo tão pouco. Estivemos juntas neste fim-de-semana de celebração e festa de um grande amigo comum, no Porto, e depois da longa noitada fomos dormir na mesma casa. Em casa da sua mãe, para ser mais exacta. A casa dos pais da Clô e do Bento e do Afonso sempre foi uma casa aberta aos amigos, onde todos nos sentimos verdadeiramente em casa. De tal maneira que dormi mais de 10h seguidas! Eu, que há décadas não sabia o que isso era... Mas o melhor nem foi ter dormido tanto e tão bem; o melhor foram as nossas conversas no terraço enquanto o sol estava no alto do céu. São estas conversas em que nos esquecemos das horas e do mundo à nossa volta que fazem a diferença nos meus dias. Por mim tinha ficado esta semana no Porto, para estar com toda a família da Clô, mais os amigos que tenho numa cidade que adoro e já conheço quase tão bem como Lisboa. Quando estou com os meus amigos do Porto fico ainda com mais saudades deles.

publicado por Laurinda Alves às 01:00
link do post | comentar | favorito
6 comentários:
De Sandra Caldeira a 20 de Julho de 2010 às 17:59
O tempo com os amigos é sempre precioso! Já agora, e pode aproveitar para voltar a falar com a sua amiga, pergunte-lhe o verniz que ela está a usar nesta foto e que é bastante bonito por sinal. :) E sugestões literárias para as férias? Aguardo dicas.

Continuação de bom trabalho.
Sandra Caldeira, Figueira da Foz
De Cândida a 21 de Julho de 2010 às 00:05

Olá!

Queria dizer-lhe que a admiro e que gostava de a conhecer, de lhe falar, quando viesse ao Porto.

Um abraço com Sol
Cândida
De viguilherme a 21 de Julho de 2010 às 07:39
Tempo sem tempo mas com tempo em dias de Verão leva-nos a outros relógios e a outros estares .....retornando a estas letras lidas divaga--se em conversas cyber de amigos cyber .....mas as conversas e reencontros com amigos com quem partilhamos memórias e segredos é sempre uma festa e o tempo escorre como numa ampulheta entre o lento observar e a velocidade de quem o não quer deixar escorrer ......amigos ,conversas ,viagens ,cidades ,dor ,amor ,....e....é assim a vida ...com o sentido que cada um lhe dá com seu olhar sonhador ou de pesar ....e como a vida pode ser um eterno jogo de xadrez onde tudo parece ser pensado no tabuleiro ladrilhado de casas bem arrumadas mas que se desarrumam e jogadas imprevisiveis onde tudo pode ser ganho ou perdido sem se saber como quando porqê e tudo retoma vida em conquistas de acasos pensados não pensados de silêncio iluminados .....é tudo uma arquitectura de saber estar e harmonizar com a luz da vida .....onde o dia e a noite espelham o que está dentro e fora de nós .....o que está submergido no mais profundo e o que irrompe á superfíci em espectros de luz e cor .....os afectos ,o acaso ,a diversidade ,o espanto ,o silêncio e....e....fazem parte do mundo do ser e da vida ...... deixo-lhe estas letras como dialogo com as suas e desejo-hle o melhor para seu blog ,para seu trabalho ,para suas férias ,para os seus ......
De cduxa a 21 de Julho de 2010 às 14:43
Os amigos ajudam a retemperar as forças. A amizade persiste para além do tempo.
Canduxa
De Marcolino a 22 de Julho de 2010 às 06:43
Querida Laurinda,
Tão bela está esta fotografia quanto o conteúdo deste seu texto
Abraço
Marcolino
De Ana Filipa Oliveira a 22 de Julho de 2010 às 19:15
É sempre maravilhosa a maneira como partilha as suas perspectivas, que normalmente têm um cunho profundo de afecto, de sentimento. Passo por aqui várias vezes, de tempos a tempos - é certo, mas sabe sempre bem. Desejo-lhe um óptimo final de semana!

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds