Terça-feira, 7 de Julho de 2009
Um off-shore acima das nuvens

 

Adoro o céu ao entardecer e ao amanhecer. Se tivesse uma máquina mais sofisticada a fotografia ficava certamente melhor mas como sabem tenho razões para gostar muito desta máquina e para não querer trocá-la por nenhuma outra. Assim sendo, aqui fica uma fotografia do céu à chegada. Acho que era o Alexandre O'Neill que falava de um "off-shore acima das nuvens". Para mim é isto. Se me enganei no poeta, desculpem. Acontece especialmente quando estamos cansados.

 

P.S.: A poesia é do Ruy Belo. Obrigada Moura Aveirense pela emenda. E pela atenção ao essencial.

 

publicado por Laurinda Alves às 00:02
link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds