Sexta-feira, 12 de Dezembro de 2008
Esta noite é a Lua cheia do Sagitário

 

Tirei esta fotografia anteontem ao fim da tarde porque olhei

para o céu e vi que a Lua estava quase cheia. Hoje alguém

me disse que a Lua Cheia do Sagitário tem um sentido que

me interpela particularmente nesta fase da vida. Tenho um

fascínio muito antigo pela leitura do céu, pela interpretação

do movimento dos astros e pela conjugação cósmica que

se reflecte nos ciclos de transformação da vida. Sou, ainda

por cima de signo Sagitário e, por isso, a Lua cheia de hoje

deve mexer mais comigo do que é costume. Digo eu, sem

saber exactamente o que estou a dizer... E não falo dos que

fazem adivinhação ou lêm horóscopos, falo dos outros, dos

que traduzem esta realidade da Astrologia com um sentido

mais profundo e existencial do que é habitual. Dos que não

fazem concessões à superficialidade nem tentam adivinhar.

Apenas olham e lêm o que está escrito no céu. E hoje o que

dizem que está escrito é que "o idealismo se transforma em

ideias práticas e intuição."Se não é verdade apetece que seja.

publicado por Laurinda Alves às 19:00
link do post | comentar | favorito
8 comentários:
De Augusto Küttner de Magalhães a 12 de Dezembro de 2008 às 20:11
Se não é verdade apetece que seja!

Sou tremendamente ceptico, com todas estas coisas!!! Mas espero que alguém nelas acreditando, ajude a aportá-las a uma melhoria de tudo.
Estou com a telejornal da SIC como fundo, fala-se em drogas, rusgas, excluídos, racismo, etc...tanto que tem feito para acabar com excluídos!!
De Moura Aveirense a 12 de Dezembro de 2008 às 21:28
Também a mim a lua cheia desta noite me toca profundamente (http://mouraaveirense.blogspot.com/2008/12/antev-se-uma-noite-fria-com-lua-cheia.html) ...

Um bom fim de semana, Moura Aveirense
De Piquenina a 12 de Dezembro de 2008 às 22:11
Também sou fã da Lua. Aqui no terraço da minha casota tenho o enorme privilégio de a contemplar.
Não fazia que hoje era Noite de Lua em Sagitário, nem tão pouco o que dizem que está escrito.
O idealismo transformar-se-á em ideias práticas, com toda a certeza! Eu cá, também uma sagitariana, farei a minha parte para que tal aconteça. Espero que a minha intuição esteja afinada! Um´fim-de-semana quentinho.
De Joana Freudenthal a 13 de Dezembro de 2008 às 12:23
Laurinda,
Para mim, foi um dia especial e muito feliz. Foi a lua cheia dos meus 50 anos.
Peço a Deus e confio que seja verdade.
Beijinhos quentinhos neste dia chuvoso.
Joana

P.S. Voltando à luzes de Natal. O azulão triste e frio invadiu o nosso Natal pela cidade quase toda (salvou-se a zona da Ajuda e Boa-Hora). É piroso também. O Cristo-Rei brada aos Céus, é um atentado. Deliciem-se com a árvore de Natal mais bonita do mundo que está no Hotel Pestana Palace, em Alcântara. É mágica.
De Sara e Teresa a 13 de Dezembro de 2008 às 16:27
Parabéns Joana. Tudo o que há de melhor seja para si.
MT
De Sara e Teresa a 13 de Dezembro de 2008 às 16:26
Laurinda,
também sou uma apaixonada pelo Céu, Lua e Estrelas. Fico a olhar como uma criança e acredito que está cheio de significados. As Estrelas douradas... a Lua, o Sol. É tudo mágico, carregado de sentidos e de sigificados. Apetece que seja e rezo a Deus para que seja.
MT
De Zilda Cardoso a 14 de Dezembro de 2008 às 09:10
Também sou sagitário, junto-me ao grupo. Espero que um bom idealismo se transforme em ideias práticos. Há idealismos nocivos, só queremos os benéficos como os que a Laurinda adopta.
Não tenho olhado para a Lua, onde está ela? se bem que goste de a consultar. Agora preciso que ela venha ter comigo... mas fica quieta no seu lugar. Ou antes, o seu, (dela), lugar, embora se desloque, não seja sempre o mesmo, está tão longe! Não sei se ainda tenho força para caminhar até ele.
E estes últimos dias até ao meu aniversário inexplicavelmente pesam mais do que quaisquer outros. São duros e, cada passo que dou, cada hora que passa, me faz sentir mais velha e cansada.
Mas vai passar, no dia seguinte ao do aniversário estarei alegremente pronta para outro. É sempre um começo com a frescura de todos os começos. E com o vislumbrar de um vago sol que para mim nasce todos os dias do lado oposto ao mar, e vai azulando o céu e branqueando as nuvens que se enrolam e desenrolam e eu vejo como um espectáculo que é ensaiado aqui em frente à minha varanda, com isto, começo já, com antecipação, a ver o que se vai seguir àquele dia particular. E poderá ser o que eu e a Lua quisermos.
De A. Moura Pinto a 15 de Dezembro de 2008 às 01:38
E zero a português...

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds