Sexta-feira, 21 de Novembro de 2008
A vida destes chineses dava um filme

 

João Nuno Pinto, realizador de cinema e um dos fundadores

da Garage, produtora de filmes e publicidade, dá instruções

a um grupo de chineses que fazem um casting para actores 

do seu próximo filme. Passei a tarde na Garage, coisa que

adoro porque é um dos sítios mais fantásticos de Lisboa e

um dos melhores 'escritórios' que conheço no mundo inteiro

(digo-o sem exagero nenhum, note-se!) e na onda criativa que 

se vive permanentemente numa produtora onde todos têm um

ar descontraído e cúmplice mesmo quando trabalham sob

pressão e com deadlines apertados, é fascinante acabar o dia

a atravessar esta paisagem improvisada na copa da Garage.

 

  

 

Aqui João Nuno explica aos actores que têm de reagir ao som

estrondoso de um trovão e depois sair de cena. Eles ouvem-no

com atenção e ensaiam uma e outra vez os passos e os gestos.

Gravei pequenos fragmentos destas filmagens em que a deixa

era fazer uma pergunta a um 'Sr. Vítor' sobre qual a comida que

prefere: chinesa ou japonesa? O 'Sr.Vítor' esta tarde era a própria

assistente do realizador, que respondia em brasileiro ao português

forçado ( e esforçado ) dos actores chineses que tentavam a todo o

custo pronunciar os 'rr' mas nem sempre conseguiam. Muito divertido.

 

 

publicado por Laurinda Alves às 00:05
link do post | comentar | favorito
.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds