Domingo, 14 de Setembro de 2008
A mão, os objectos, a janela e a poesia de Sophia

 

 

 

E porque estou em maré de falar de mulheres sem medida, sem tempo nem idade, não resisto a deixar aqui hoje uns versos d'O Poema de Sophia que me comovem particularmente. Por tudo o que ficou vivido e por tudo o que ficou gravado no meu coração. E aqui fica também uma imagem muito forte e, para mim, muito nostálgica do tempo passado a fumar e a escrever na sua mesa de madeira, encostada à janela que dava sobre o jardim e o cipreste alto.

 

O poema me levará no tempo

Quando eu não for a habitação do tempo

E passarei sozinha

Entre as mãos de quem lê

 

O poema alguém o dirá

Às searas

 

Sua passagem se confundirá

Com o rumor do mar com o passar do vento

 

O poema habitará

O espaço mais concreto e mais atento

 

No ar claro nas tardes transparentes

Suas sílabas redondas

 

(Ó antigas ó longas

Eternas tardes lisas)

 

Mesmo que eu morra o poema encontrará

Uma praia onde quebrar as suas ondas

 

E entre quatro paredes densas

De funda e devorada solidão

Alguém seu próprio ser confundirá

Com o poema no tempo

 

(De Livro Sexto) 

 

 

 

publicado por Laurinda Alves às 13:04
link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Moura Aveirense a 14 de Setembro de 2008 às 15:09
Uma Mulher eterna...
De Romina Barreto a 14 de Setembro de 2008 às 15:34
Mais do que uma poetisa, mais do que uma escritora, mais do que uma activíssima participante dos movimentos mais nobres dos seus conturbados tempos acho que Sophia foi uma verdadeira filósofa, reflectindo, sentindo, acelerando as transformações da sociedade actual, repensou o seu tempo com extrema lucidez.
Quando Sophia morreu lembro-me de ter ouvido alguém dizer, (julgo que foi Manuel Alegre) que Sophia foi um milagre que aconteceu a Portugal, acredito. Também Sophia faz parte daquele leque muito restrito de pessoas que se vão da lei da morte libertando. Não sei porquê mas tenho uma profunda admiração pela poetisa e pela mulher que foi, talvez porque em criança curavam-me as constipações com poemas de Sophia, para mim continua sempre viva.
Foi um Ser Humano Integral!

Romina Barreto

De Reflexos a 15 de Setembro de 2008 às 00:16
A Sphia é a 'grande 'culpada' da minha paixão pelos livros.
A fada Oriana marcou toda a diferença!
Tinha oito anos...
Quando ia com o meu pai às feiras do livro, perguntava-lhe sempre se ia encontrar a Sophia... como gostava de a ter conhecido!
De VIGUILHERME a 15 de Setembro de 2008 às 10:45
HÁ mulheres que vivem no tempo e viajam em todas as dimensões ,tecendo e desfiando histórias de en -cantar ,de saber,de predizer,de meditar, e ............de sonhar são verdadeiras histórias da História do Mundo ,.. do saber estar com ele.......e escuta-lo....
De VFS a 25 de Setembro de 2008 às 14:42
Esta Grande Senhora era e, se me permite por está viva no meu coração, ainda é algo de extraordinário.

A Tua Luz Perdura (para Sophia de Mello Breyner Andresen)

Nascido na tua imaginação,
o valente cavaleiro
ainda preenche o meu coração.
Ó poetisa, o meu fiel companheiro
foi tua criação.

Com amor mo deste.
Com amor to liberto.
Apenas para voltar,
depois de te acompanhar
nesta ultima viagem.

Contigo irá, é teu pajem,
ao destino que desejares.
Talvez vás à Dinamarca?
Não importa. Vai em paz!
E não olhes para trás.

Porque entre nós, a luz perdura.
Os exemplos são aos milhares:
As palavras que formaste,
os versos plenos de magia,
as vidas que tocaste,
os contos vivos de fantasia,
e a liberdade que tanto prezaste.

Na lembrança, a tua luz perdura.
Em ti, a esperança é ternura.
Obrigado.

in Odes & Homenagens

A VERDADE

“Nesta hora limpa da verdade é preciso dizer a verdade toda ...”
Sophia de Mello Breyner Andresen, O Nome das Coisas


Mas quem conhece a verdade toda
dúvida que toda a verdade o seja.

A mentira da verdade
ou a verdade da mentira?

A verdade esconde-se
no segredo dos segredos.
Oculta.
Inacessível.
Perdida.
Ou propositadamente escondida!

in Espelhos e outras Faces

Comentar post

.pesquisar
 
.tags

. todas as tags

.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds