Segunda-feira, 15 de Dezembro de 2008
Crianças e jovens vítimas de maus tratos

Acabo de ver nas notícias que morreram 80 crianças, vítimas de maus tratos, e não consigo esquecer estes e outros números trágicos. 5939 crianças e adolescentes chegam ao hospital com sequelas graves provocadas por maus tratos nas suas próprias casas e é aflitivo pensar que todos eles dormem com o inimigo dentro de casa. Ao contrário do que se espera, estes jovens e estas crianças não se sentem protegidas pelos pais e pelas famílias porque é justamente ali que são ameaçadas, atingidas e maltratadas. É difícil aceitar esta realidade e é duro saber que tantos lidam diariamente com esta adversidade. Notícias como estas não nos podem deixar indiferentes! Temos a obrigação moral de estar mais atentos e de denunciar os casos que conhecemos. À nossa volta há homens e mulheres maltratantes? Sabemos de alguém mais desprotegido ou frágil que pode estar a ser vítima de agressões? Se sim, temos que denunciar. Se não, podemos ficar mais atentos e até dar passos mais concretos no sentido de tentar perceber como podemos ajudar estas vítimas. Ser voluntário também passa por nos voluntariarmos ao serviço do bem comum, procurando pessoas e instituições que precisem da nossa ajuda. Esta tarde vou gravar uma pequena entrevista com o Pedro Sottomayor que criou a Casa das Cores, projecto em fase final de remodelação, cuja casa vai abrir já em Fevereiro para acolher crianças e jovens em risco. Estas mesmas crianças e jovens que são agredidos ou negligenciados pelos pais e familiares, note-se. Voltarei ao assunto, portanto. 

publicado por Laurinda Alves às 13:46
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. Crianças e jovens vítimas...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds