Domingo, 16 de Janeiro de 2011
Recordações de um passeio na Serra d'Arga com nevoeiro

 

 

"A Serra d’Arga emerge entre as margens do rio Lima e do rio Coura. Trata-se de um grande maciço de granito de grão grosseiro que se eleva abruptamente dos terrenos xistentos que o rodeiam, destacando-se de muito longe pela sua forma. O xisto porém, constitui alguns dos contrafortes orientais. Dos seus contrafortes, pelo Sul, Nascente e Poente, sobressai vivamente a lomba maior, com mais de 600 metros de altitude, alcançando no lugar do Alto do Espigueiro o seu ponto mais alto – 823 metros. No alto da Serra d’Arga, desdobram-se três vastas chãs: a de S. João, a de Sezeda, a Grande ou a da Bica. Desta amplíssima agra (daí deriva o nome da Serra) pode-se admirar a imponência do magnífico panorama que nos rodeia". Retirei esta informação daqui, depois de ter estado no Conventinho da Serra d'Arga, onde se fazem as festas de S.João que duram a noite inteira. O dia hoje estava muito chuvoso e enevoado, mas mesmo assim deu para perceber a poesia do lugar e o horizonte ao fundo. Lindo.

publicado por Laurinda Alves às 22:21
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. Recordações de um passeio...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds