Segunda-feira, 16 de Julho de 2012
Copa de Verano

Estive fora no fim-de-semana, sem rede no telemóvel nem computador, mas agora que voltei deixo aqui duas imagens da praia onde a equipa portuguesa Jones Lang LaSalle, uma das melhores empresas de imobiliário do mundo, implantada em 70 países, fez o seu jantar de Verão na sexta-feira, depois de um dia inteiro de avaliações sobre a evolução da JLL Portugal. Não deixo as imagens do jantar e do serão animado que se seguiu porque não sou de devassar a privacidade de ninguém e, muito menos, de uma equipa de cerca de 60 pessoas, mas não posso deixar de sublinhar a alegria, a cumplicidade e a abertura de espírito de todos os elementos desta empresa que luta com as mesmas dificuldades com que luta a esmagadora maioria das empresas numa época de 'mercado parado'. Fiz uma acção de formação em Comunicação a toda a equipa Jones Lang LaSalle durante seis semanas e fiquei a conhecer bem as pessoas que se empenham diariamente em atravessar a crise dando novas respostas aos novos desafios. Depois de ter atravessado Portugal de Norte a Sul para gravar a série de programas Feitos em Portugal, e após uma sucessão de anos a entrevistar portugueses que constroem a marca de Portugal dentro e fora do país, confesso a minha admiração por mais estas dezenas de pessoas que não desistem e trabalham com criatividade e garra, tentando transformar os problemas em oportunidades. Como alguém dizia, quando tudo à nossa volta é motivo para desanimar e descrer, o grande milagre é continuarmos a acreditar e a lutar.  

 

publicado por Laurinda Alves às 00:09
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
Quinta-feira, 3 de Maio de 2012
Aulas de Português

O título deste post não tem nada a ver com a Polaroid ? Não e sim. Não, porque no sentido literal e mais imediato não tem mesmo nada a ver. Sim, porque soube há pouco tempo que os posts deste blog, os filmes e as entrevistas dos programas Feitos em Portugal, servem de aulas de Português a uma grande amiga minha espanhola que vive longe do seu país e do nosso, mas permanece próxima e presente desta maneira. Grande pinta, Xi. Espero que este post seja uma supresa feliz... 

P.S.: Não te esqueças que eu sou das que não aderiram ao Acordo Ortográfico! 

 

publicado por Laurinda Alves às 00:01
link do post | comentar | favorito
Terça-feira, 24 de Abril de 2012
Uma festa de eléctrico no Porto e um almoço em Guimarães

Não sabia que se podia dar uma festa num eléctrico em movimento lento pela beira-Douro e muito menos que as luzes da cabine de comandos se podiam converter num cenário de filme. Muito original e criativo, especialmente se o grupo é bem escolhido. Foi o caso.

 

Se à festa de anos acrescentarmos um almoço vegetariano-chic n'A Cor da Tangerina, em Guimarães, mesmo a dar para o Paço Ducal, com chá de ervas perfumadas colhidas no jardim provençal, servido muito quente no fim, o cenário fica mais que perfeito. Tudo e tanto por amor a quem se ama por todas as razões e mais algumas, pela vida vivida e partilhada no melhor e no pior há anos a fio. Muito bom.

 

O presente de anos seguiu em papel de carta antigo, escrito na frente e verso das folhas quadradas, quase transparentes, pensadas para não pesarem no avião. Um presente vintage, por assim dizer. Terno e eterno, quero dizer.

publicado por Laurinda Alves às 00:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 8 de Março de 2012
Em nome das Mulheres e ... da rosa!

 

  

 

Embora as imagens valham mais que mil palavras, não posso deixar de legendar este filme-surpresa do meio da nossa tarde de trabalho: Ion Rotaru, o moldavo que trabalha na loja das flores do andar de baixo, subiu ao segundo andar para oferecer uma rosa branca a cada uma das mulheres presentes, on duty. Foi o momento do dia. Adorámos, claro. Pelo gesto, pela alegria e generosidade, mas também pela maneira terna como o Ion ofereceu uma rosa a cada uma de nós. Eis a minha rosa, no meu canto desta enorme mesa onde todos nos sentamos de forma muito democrática, entre pares e chefes. As rosas brancas vieram da loja Em Nome da Rosa, que é um espaço de uma beleza exuberante, exaltante, que todos temos que atravessar à entrada e à saída do escritório. Um poema.

publicado por Laurinda Alves às 18:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 22 de Dezembro de 2011
Apetece abraçar e ser abraçado por estes miúdos

Cruzei-me com este bando de adolescentes no Chiado e adorei a atitude deles: andam pelas ruas a oferecer abraços grátis. A ideia não é nova mas continua a ser uma forma muito original e alegre de contagiar os outros. Perguntei-lhes se os podia fotografar para o blog e eles não só disseram que sim, como chamaram o resto da tribo que já estava do outro lado do passeio. Aqui fica a tribo completa. Adorei o meu abraço!  

 

A ideia dos abraços grátis começou em Londres, mas hoje em dia há um movimento internacional chamado free hugs. Deixo aqui o link para o site. Esta manhã eu subia a Rua Garrett atrás dos miúdos e de costas não via os letreiros que levavam pendurados ao pescoço, mas o que prendeu a minha atenção foi a conversa entre eles: "eu já dei 4 abraços; eu já dei oito, eu dei agora o primeiro...". Muito bom. 

publicado por Laurinda Alves às 12:23
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011
O nevoeiro no montado, fotografado pelo Pedro Melo

 

Esta fotografia foi tirada pelo Pedro Melo na costa alentejana, num destes dias de nevoeiro. Gosto muito da imagem, com contornos de carvão, e gosto muito do Pedro. Hoje voltamos a encontrar-nos para gravar mais uma entrevista e não resisti a pedir-lhe uma das fotografias que me mostrou com aquele seu entusiasmo boyish, de quem mostra o último brinquedo que tem. O Pedro Melo e o Janeko já nos estavam a fazer falta. Ainda bem que as filmagens deles já acabaram, para retomarmos as nossas.

publicado por Laurinda Alves às 16:13
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 7 de Dezembro de 2011
Em Cantanhede, com o pe Alberto Brito

 

Esta noite vou estar com o pe Alberto Brito em Cantanhede, num serão de conversa promovido pelo pe Luís Francisco Martins, no âmbito do projecto "Pontes de Desassossego", que é um ciclo de debates mensais em que se pretende um diáologo aberto sobre fé e cultura. O tema deste mês de Dezembro é "Afectividade e Efectividade" e é nesta linha que vai seguir a nossa conversa logo no centro Paroquial, a partir das 21:30. Apetece-me imenso este serão e embora esteja numa fase particularmente cansada, dadas as idas e vindas sucessivas, sei que vai ser um tempo muito bem passado. Falo por mim, claro, que adoro a companhia do pe Alberto, a sua humanidade, a sua clareza de espírito e as suas ideias inspiradoras. 

publicado por Laurinda Alves às 13:59
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Domingo, 27 de Novembro de 2011
Hoje há uma Missa Fadista no Chiado

 

Hoje há missa em fado no Chiado. Organizada por José Campos e Sousa, músico e compositor, esta missa fadista já é um clássico no coração do centro histórico da cidade. Deixo aqui o programa: QUANDO O FADO É ORAÇÃO 

Domingo, 27 de Novembro, às 18H30 na Basílica dos Mártires, ao Chiado.

BERNARDO COUTO-GUITARRA PORTUGUESA

FILIPA GALVÃO TELLES-VOZ

JOSÉ CAMPOS E SOUSA-VOZ E GUITARRA CLÁSSICA

RICARDO MOTA - VIOLONCELO

 

nota: esta fotografia foi importada deste blog. Logo, depois da Missa, mudo-a e publico uma minha tirada nos Mártires.

publicado por Laurinda Alves às 00:01
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Sábado, 19 de Novembro de 2011
Coros de Natal em pleno Chiado

 

Ouvir um coro cantar numa varanda da cidade é uma beleza e, de certa forma, uma surpresa. Este sábado o Chiado esteve em festa e durante toda a tarde houve música e animação na Rua Garrett. O coro juvenil cantou em português e inglês com tanta, tanta alegria, que era impossível resistir. A rua parou e juntou-se uma multidão de pessoas para ouvir as vozes das crianças e adolescentes. Lindo! Não consegui perceber que coro era este, mas tive pena. Aqui fica o registo de um momento especial.

 

 

publicado por Laurinda Alves às 19:35
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Mil Quê e Oitenta e Quatro

 

Recebi o Mil Quê e Oitenta e Quatro das mãos da minha querida editora e amiga Maria João Lourenço, tradutora Murakami. Nada melhor do que um bom livro para ler nestes dias de chuva mais ou menos intermitente. Apesar de neste fim-de-semana também ter que ler umas dezenas de textos candidatos ao Prémio de Jornalismo Jovens Talentos, promovido pela Comissão Nacional da UNESCO (sou júri deste prémio), vai-me saber pela vida começar o primeiro de três livros desta nova saga Murakami.

Bom fim-de-semana!

publicado por Laurinda Alves às 16:36
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. Copa de Verano

. Aulas de Português

. Uma festa de eléctrico no...

. Em nome das Mulheres e .....

. Apetece abraçar e ser abr...

. O nevoeiro no montado, fo...

. Em Cantanhede, com o pe A...

. Hoje há uma Missa Fadista...

. Coros de Natal em pleno C...

. Mil Quê e Oitenta e Quatr...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds