Terça-feira, 22 de Fevereiro de 2011
Algumas obras de arte de que gostei nesta AR CO

 

Estes dois retratos que são pinturas mas parecem fotografias.

 

 

Esta instalação que os visitantes usavam como cenário conforme a inspiração do momento.

 

 

Esta peça, pela imprevisibilidade e pelo sentido de humor.

 

 

A peça é um simples tambor pousado no chão com um jogo de espelhos que cria a ilusão de eco num poço sem fundo.

 

 

Esta fotografia do fim do tabuleiro da Ponte de São Francisco.

 

 

Este quadro minimalista onde estão inscritos todos os partidos políticos que existem no mundo. Ou quase.

 

 

E o abraço da fotógrafa Helena Almeida, pelo qual me apaixonei na Feira de Arte de Lisboa.

publicado por Laurinda Alves às 09:43
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 21 de Fevereiro de 2011
AR CO: arte para todas as idades e gostos

 

Hoje acordei a pensar em espanhol, depois destes dias tão intensos em Madrid e arredores. A coisa tem a sua graça, sobretudo porque as últimas 24h foram especialmente bem vividas com amigos muito queridos que moram nesta cidade. É um privilégio sentirmo-nos em casa quando estamos fora do país. Fomos ao encerramento da AR CO, a feira internacional de Arte Contemporânea, que este ano me pareceu muito bem e tinha uma selecção de galerias mais depurada que em anos anteriores.

 

 

A um canto da AR CO, a galeria russa Garage criou um foco de interesse muito especial: destinou um espaço de tela pública onde cada um podia ser artista e deixar a sua marca. Este tipo de 'arte em curso' feita por pessoas banais de qualquer idade e origem resulta quase sempre muito bem e é uma alegria ver como todos aderem, das crianças mais pequenas aos mais velhos. Não sei se há uma corrente contemporânea para designar esta forma de arte, mas na verdade parece-me uma criação fabulosa.

 

publicado por Laurinda Alves às 09:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 17 de Fevereiro de 2011
Madrid me mata

 

O útimo avião que apanhei para Madrid estava cheio de amigos. Fomos ao casamento de dois amigos do coração e foi uma emoção olhar para as filas de bancos e só ver pessoas muito queridas. A festa começou no aeroporto, aliás. Volto hoje a Madrid, num voo muito mais desinteressante, mas por motivos também de certa forma emocionantes: vou frequentar um curso de comunicação na área da saúde para adquirir mais ferramentas e competências nesta matéria específica. O curso é intensivo e dura 3 dias. Ou seja, fico em Miraflores, a 50 kms de Madrid, até sábado ao fim do dia. Depois todo o tempo é para a família e os amigos. Muito bom.

publicado por Laurinda Alves às 08:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. Algumas obras de arte de ...

. AR CO: arte para todas as...

. Madrid me mata

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds