Segunda-feira, 8 de Abril de 2013
Vamos esgotar o Teatro Camões por uma boa causa!

 

BOAS RAZÕES PARA ESGOTARMOS O TEATRO CAMÕES: as receitas de toda a plateia do Ensaio Solidário da CNB de dia 24 de Abril revertem directamente para os Leigos para o Desenvolvimento. Os bilhetes para o ensaio de DANCE BAILARINA DANCE, pela Companhia Nacional de Bailado, custam 15 Euros e devem ser reservados pelo 21 757 42 78 ou através do e-mail: ldconchatello@gmail.com também até dia 19 de Abril. Sou embaixadora dos Leigos para o Desenvolvimento (ler: voluntária para fazer pontes e dar a conhecer o extraordinário trabalho desta ONG) e gostava de sublinhar que cada euro investido no apoio aos Leigos é uma aposta segura numa das causas mais sólidas e solidárias que conheço. Sólida, pelos mais de 25 anos de missões em África e Timor; solidária, porque os Leigos promovem efectivamente o desenvolvimento de acordo com a grande máxima: "mais do que dar o peixe, ensina a pescar". Os Leigos ensinam a pescar, mas também a construir as canas de pesca...

 

publicado por Laurinda Alves às 15:39
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Segunda-feira, 12 de Dezembro de 2011
Celebrar os 25 anos dos Leigos para o Desenvolvimento

A Carminho, fadista, e o Miguel Siqueira de Almeida, padre jesuíta, são dois amigos muito queridos com quem me cruzei ao fim do dia no lançamento do livro que celebra os 25 anos dos Leigos para o Desenvolvimento, a Organização Não-Governamental fundada pelo pe António Vaz Pinto e pela sua equipa de voluntários-missionários.

 

 

Estamos Juntos, é o título deste livro que juntou 25 textos de 25 autores, alguns deles com experiência nos Leigos para o Desenvolvimento. Graças à Daniela Vieitas, actriz e voluntária dos Leigos, mais a editora Tenacitas, com a designer gráfica Teresa Olazabal Cabral e ainda a livraria Ler Devagar, todos recordámos momentos importantes desta ONG e sublinhámos algumas verdades essenciais sobre o trabalho dos Leigos. Comprar este livro é contribuir para uma grande causa e deixo aqui o apelo pois a combinação de testemunhos, contos e fotografias é muito inspiradora e todos nunca seremos demais para ajudar os que mais precisam, seja aquém ou além-fronteiras. 

É impossível resumir aqui a substância dos 25 anos de experiência das centenas de Leigos que partiram em missão para diversos países em África, mas posso dizer que conheci alguns grupos no terreno (São Tomé foi a primeira missão que conheci) e vi como os Leigos aplicam a grande máxima: "mais do que dar o peixe, importa ensinar a pescar!". Contribuir para o desenvolvimento dos países mais carenciados passa por deixar alicerces e fundações, mas também por evitar cair na tentação do voluntariado assistencialista. A caridade e os actos voluntaristas são sempre bem vindos, mas é preciso muito mais para fazer evoluir as comunidades em vias de desenvolvimento. Graças aos Leigos muitas realidades mudaram e continuam a mudar em muitos países africanos, mas não só. A experiência de passar um ou dois anos fora de Portugal, ao serviço de quem mais precisa, transforma qualquer um e essa marca fica para sempre. Este dia para mim acabou da melhor maneira: na livraria Ler Devagar, na Lx Factory, entre bons amigos e um círculo alargado de pessoas extraordinárias que fazem a diferença no mundo. Ao meu lado o pe António Vaz Pinto, fundador dos Leigos para o Desenvolvimento, e em cima das nossas cabeças uma espécie de Passarola suspensa que prendia as atenções... 

 

publicado por Laurinda Alves às 23:35
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. Vamos esgotar o Teatro Ca...

. Celebrar os 25 anos dos L...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds