Terça-feira, 15 de Abril de 2008
O arquivo deste blog

 

Devo aos leitores deste blog uma explicação sobre o seu 'fundo documental'. Ou seja, sobre o arquivo de textos disponíveis com datas que abrangem um ano inteiro.

 

"Como é que se estreia um blog que já existe?" foi a pergunta pertinente de alguém que hoje comentou e assinou Pitucha. Tem toda a razão mas eu explico o que parece inexplicável.

 

Este blog existe realmente desde quarta-feira passada (faz amanhã uma semana!) mas apesar de representar a minha estreia na blogosfera, já vem 'carregado' de textos que escrevi no Público e isso confunde, claro.

 

Pensei nisso quando decidi republicar aqui as crónicas que escrevi ao longo do último ano no jornal Público, onde assino uma página todas as sextas-feiras, mas depois esqueci-me de assinalar cada texto como sendo de "arquivo'. Para dizer a verdade, achei que por terem as datas em que foram publicados no jornal ficavam automaticamente catalogados. E achei que o facto de estarem catalogados e arquivados era suficientemente esclarecedor para os leitores. Enganei-me.

 

Claro que quem não me acompanha ou não está muito próximo do que escrevo no Público todas as semanas, chega ao blog que eu digo que é novo mas tem textos 'antigos' e fica baralhado. É óbvio. Peço desculpa pela confusão.

Aproveito a boleia da pergunta da Pitucha para esclarecer definitivamente que este blog tem apenas uma semana e que todos os posts escritos antes do dia 9 de Abril são crónicas que foram publicadas no jornal Público. 

publicado por Laurinda Alves às 21:40
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. O arquivo deste blog

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds