Segunda-feira, 4 de Fevereiro de 2013
FEVEREIRO JÁ É UM MÊS HISTÓRICO PARA MIM!

 

Começo no dia 14 deste mês a dar uma cadeira semestral sobre Comunicação e Desenvolvimento Pessoal na Nova SBE - School of Business and Economics. Graças ao convite de Daniel Traça, leader da extraordinária equipa que pôs esta Universidade no topo dos rankings internacionais, estou a criar uma cadeira novinha em folha para os alunos de 2º ano de Licenciatura de Economia e Gestão. Adoro dar aulas sobre Comunicação (que nada têm a ver com Jornalismo, notem!) e adoro trabalhar estas matérias com universitários, mas não só. A minha experiência com alunos de Mestrado de Economia e Gestão no Leadership Lab da Universidade Católica, bem como as aulas e formações que dou em colégios, escolas e empresas, tem sido uma sucessão de desafios estimulantes e altamente gratificantes. Não escondo nunca a paixão com que ensino-e-aprendo nas minhas aulas e talvez por isso, mas acima de tudo porque as matérias revelam o melhor que existe em cada um, cada vez gosto mais de dar aulas e cada vez encontro alunos mais entusiasmados. Sei que nós, professores, só ensinamos verdadeiramente quando os nossos alunos conseguem compreender e aprender, e felizmente é essa a minha experiência. Tenho a sorte de dar matérias que trabalham a matéria-viva de cada um, que revelam e multiplicam muitos dos seus talentos, e isso faz toda a diferença. A partir deste mês, esta casa e estas árvores despidas, de que tanto gosto, estarão no meu caminho todas as semanas.

publicado por Laurinda Alves às 00:21
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 2 de Janeiro de 2013
O ânimo e o desânimo

 

Num ano que se anuncia particularmente difícil e exigente, cabe-nos estar atentos ao que se passa em nós e à nossa volta. Ajudar os que andam mais frágeis e desanimados é um imperativo moral, mas importa percebermos também o que nos anima e desanima para estarmos vigilantes aos nossos movimentos interiores. Comecei há quase 4 meses os EEVQ (Exercícios Espirituais da Vida Quotidiana) que duram 9 meses e são a versão alargada dos EE (Exercícios Espirituais) de uma semana de silêncio orientado, que faço todos os anos, há cerca de 20 anos. Estes Exercícios da Vida Quotidiana também são inspirados na espiritualidade inaciana e requerem um tempo diário de leituras, meditação e oração. Demorei alguns anos a apanhar balanço para dar este passo, mas agora confesso que este tempo de silêncio diário, orientado por leituras e pontos de meditação que nos são dados pelos nossos orientadores espirituais, me ajuda incrivelmente a fortalecer o espírito e a manter o ânimo, apesar das dificuldades que também atravessam a minha vida. Ninguém está imune e todos atravessamos tempos adversos. De uma maneira ou de outra todos somos tocados por esta sucessão de crises e todos estamos interpelados pelo sofrimento que elas provocam. Nesta lógica, e porque me ajuda imenso seguir a orientação inaciana destes EEVQ, deixo aqui alguns pontos de interrogação (ou de oração, para os crentes) que podem ajudar no tempo inaugural deste ano novinho em folha: a que pensamentos interiores tenho que dizer vigorosamente que não, para não deixar instalar o desânimo? E que tempo tenho para descansar, sabendo que muitas tristezas também entram pelos cansaços? E, ainda, que decisão ou atitude está na hora de mudar para recuperar o ânimo?

 

publicado por Laurinda Alves às 21:01
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Quarta-feira, 18 de Abril de 2012
Mais voluntários para limpar esta praia precisam-se!

 

Esta fotografia tem um ano e foi tirada depois deste grupo de voluntários ter passado a praia de Carcavelos a pente fino para recolher todo o lixo que havia na areia. Como a operação de limpeza Don't Stop Carcavelos foi um sucesso, este ano vão repetir a acção ecológica já no próximo sábado, dia 21, entre as 10h e o meio-dia e precisam de mais voluntários, até para poderem combinar futuras actividades. Conheço alguns destes teenagers porque foram meus alunos de uma turma de Comunicaçao no Colégio Planalto e posso garantir que são cinco estrelas. Todos, sem excepção, a começar pelo Juan Teles da Silva, o organizador-impulsionador deste voluntariado, que está de pé na fotografia e tem a T-shirt azul-claro. Se pensarmos que começaram este voluntariado aos 16 anos por iniciativa própria, sem estarem ligados a nenhum movimento ou associação ambiental, percebemos ainda melhor a qualidade humana e o espírito cívico destes miúdos. Tenho pena de não estar em Lisboa, porque senão também ia ter com eles para ajudar. Como vou estar no Porto é impossível participar desta vez, mas espero que consigam juntar muitos e bons voluntários de todas as idades e origens por uma causa que é de todos e pode dar ideias a muitos outros. Este grupo tem esta página no facebook e deixo aqui o link: http://www.facebook.com/events/149302471866231/

publicado por Laurinda Alves às 00:58
link do post | comentar | favorito
Segunda-feira, 5 de Março de 2012
Saudades de uma amiga que ainda nem sequer partiu

A Raquel Pereira, minha amiga e produtora de conteúdos da série Feitos em Portugal, não vai assistir à estreia dos programas porque parte amanhã de manhã para Angola, para um projecto muito estimulante e desafiador, que a entusiasma radicalmente e onde sei que vai dar um excelente contributo. Conhecemo-nos a trabalhar, há um par de anos, e voltamos a estar juntas nestes programas de entrevistas a portugueses cheios de ideias, dons e iniciativas. Morro de pena por ter que 'dispensar' a Raquel do meu próximo projecto, mas estou radiante com ela e por ela. Merece este desafio e muito mais, porque é um prodígio de eficácia e o seu maior talento é multiplicar os talentos dos outros. Mas tem muitos outros, como a alegria, o entusiasmo e a integridade que pôe em tudo o que diz e faz, e é também por isso que eu e tantos amigos já estamos cheios de saudades da Raquel mesmo antes de ela ter partido.  

publicado por Laurinda Alves às 18:20
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Vasco Pinto de Magalhães esta 5ª feira em Lisboa

Vasco Pinto de Magalhães, jesuíta, vem a Lisboa fazer uma conferência de Quaresma no auditório do Colégio São João de Brito esta 5ª feira, às 21:15. A entrada é livre e aconselho vivamente esta palestra, mesmo a não crentes ou cépticos. Os que conhecem o pe Vasco sabem bem porquê, mas os que porventura não o conhecem, nunca o leram ou pouco sabem sobre ele, porque têm a oportunidade de ouvir falar um sábio, um homem erudito e simples, que fala da fé desta maneira: "Fé não significa acreditar ou não acreditar se Deus existe, embora a nossa cultura tenha muitas vezes relacionado fé com essa discussão teórica. Fé, crer, significa, à letra, 'apoiar-se em'. Devemos perguntar: "em quem me apoio? Em quem faço fé? Qual é o meu fundamento? Em quem confio?". 

(Fragmento de citação retirada do livro Onde há crise, há esperança, Vasco Pinto de Magalhães, S.J., editora Tenacitas) 

 

publicado por Laurinda Alves às 01:19
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
Sexta-feira, 24 de Fevereiro de 2012
Comentários gravados e debates ao vivo

Dia de receber a visita do Tiago Azevedo Mendes para gravar o comentário mensal para o programa 70X7, que passa aos domingos de manhã cedo, logo às 9h. Desta vez falo sobre os filmes nomeados para os Óscares e o sentido da vida que fica plasmado em alguns deles. Logo à noite vou estar na Igreja do Campo Grande com o José Ribeiro e Castro, deputado e ex-eurodeputado, mais o pe Hermínio Rico, jesuíta, num debate promovido pelo Movimento Juntos Pela Europa, que tem como ponto de partida a interrogação "Europa, onde está a tua alma?". O encontro começa às 21h e a entrada é livre. Fica mais este convite para quem se interessa pelos temas da actualidade numa perspectiva mais humanista, por assim dizer. A ideia é revisitar a História, conferir o passado remoto e recente do projecto comunitário, tentar perceber a lógica de cada etapa de evolução neste já longo processo de construção da União Europeia, e avaliar o presente sem a tentação do 'indiferentismo religioso'. As raízes cristãs da comunidade europeia são um facto que nenhum historiador pode negar ou ignorar, e são também o património espiritual de todo o continente europeu. Como escreveu T.S.Elliot, "a força dominante na criação de uma cultura comum é a religião. Um europeu pode não crer nem viver a fé cristã, mas parte daquilo que pensa, diz e faz, surge como herança cultural cristã e adquire significado perante esta mesma herança". Esta noite cada um de nós vai dar o seu contributo numa discussão historico-filosofica, mas também política, cívica e espiritual. A mim cabe-me falar do valor do perdão e da importância da entreajuda, mas também da pior de todas as crises: a crise de memória, que ao apagar valores essenciais como a partilha e a conciliação, nos deixa a todos mais sós, mais vulneráveis e ... mais desalmados.

 

publicado por Laurinda Alves às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Quarta-feira, 14 de Dezembro de 2011
O mundo precisa de um pouco de maravilha
Muitos conhecem o actor principal desta curta metragem que, por sinal, é um grande filme. Falo de Nick Vujicic, que nasceu sem pernas nem braços, e é um grande homem, um extraordinário comunicador e um multiplicador de talentos. O Circo Borboleta tem 20', é muito bonito e dá que pensar. No cinema, mas também na realidade-real, Nick dá um testemunho inspirador e radicalmente transformador ao revelar diariamente a sua história de superação. Este filme está carregado de mensagens e metáforas, e também por isso vale a pena ser visto e debatido em casa, nas escolas e em foruns a propósito de inclusão e/ou discriminação. Podemos gostar mais ou menos da estética (eu confesso que gosto muito desta produção ÍndioPoeta), podemos afinar ou não com a forma relativa e superlativa como cada um acolhe a diferença dos outros, mas uma coisa é certa: é impossível ficar indiferente. Nick costuma dizer que 'se desistimos deixamos de ter esperança' e é assim mesmo pois só é verdadeiramente impossível aquilo que não tentamos. Não deixem de ver este filme, seja ao serão de um dia de semana ou durante o fim-de-semana.
publicado por Laurinda Alves às 11:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Terça-feira, 22 de Novembro de 2011
A celebração na Lx Factory e as fotografas do Filipe Condado

 

Recebi hoje as fotografias da celebração na Lx Factory e não resisto a publicar aqui 3 imagens de um momento único e radicalmente marcante. Entre andaimes, lages de pedra e tijolos antigos, a fábrica parecia uma verdadeira catedral onde nem sequer falta um vitral. Nuno Tovar de Lemos, padre jesuíta, foi muito inspirador, como sempre. Falou do nosso lado nocturno e do nosso lado diurno, da poesia e do sonho, mas também do activismo que tantas vezes nos consome e atrapalha a vida. Foi um tempo comunhão muito profundo e a meditação sobre estas e outras questões continua a fazer eco. Ainda bem que o Círculo Vieira existe e promove iniciativas como esta.

 

 

publicado por Laurinda Alves às 12:39
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
Quarta-feira, 2 de Novembro de 2011
Think Different


Eis um vídeo de publicidade à Apple, de 1997, narrado pelo próprio Steve Jobs. Passe a publicidade, aqui fica como fonte de inspiração para uma semana curta que, para muitos, começa hoje, quarta-feira. Deixo o texto em inglês: "Heres to the crazy ones. The ones who see things differently. Who aren't fond of rules and have no respect for the status quo. The trouble makers. The believers. The rebels. The mistfits. The idea makers. The ones who dare to speak their minds even when its dangerous to. To the round pegs in the square holes. You can quote them. Disagree with them. Acknowledge or shun them. But the one thing you can't do is ignore them. Because they are the ones that change things. They push us forward. Make us grow. And you may see them as crazy we see them as genius.Because the people who are crazy enough to think they can change the world, are the ones who do".
publicado por Laurinda Alves às 00:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
Quinta-feira, 20 de Outubro de 2011
Stephen M.R. Covey em Lisboa: Alta Confiança!

 

Voltei agora da conferência de Stephen M.R. Covey, na Happy Conference de 2011 de Lisboa. Covey falou durante quase 3h seguidas, sem intervalo e sem usar powerpoint (e sem ler! o que é realmente importante na comunicação com uma plateia) sobre o papel, a importância e o impacto da confiança nas pessoas, organizações, sociedade e economia global. O Teatro Tivoli estava cheio, a transbordar de CEOs, gestores, líderes e pessoas empenhadas em reforçar as competências associadas à confiança. Gostei muito, muito desta espécie de aula e confesso que entre aquilo que fui validando mentalmente por se tratar de referências, atitudes e realidades que reconheço, que cultivo ou com as quais lido quase diariamente, e aquilo que aprendi de novo, o saldo é extraordinariamente positivo. A Carlota Ribeiro Ferreira e o Frederico Fezas Vital, organizadores, estão de parabéns! Deixo aqui este vídeo para perceberem quem é o Stephen M.R. Covey (por engano e com a pressa para não chegar atrasada à conferência, publiquei esta manhã uma fotografia do pai dele, autor de vários best-sellers e uma referência mundial em matérias de liderança e eficiência), mas também para ouvirem o essencial sobre o pensamento de Stephen M.R. Covey sobre valor da confiança e a velocidade supersónica que pode atingir...

 

Eis a imagem final desta manhã, depois de um momento musical espectacular.

publicado por Laurinda Alves às 00:02
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. FEVEREIRO JÁ É UM MÊS HIS...

. O ânimo e o desânimo

. Mais voluntários para lim...

. Saudades de uma amiga que...

. Vasco Pinto de Magalhães ...

. Comentários gravados e de...

. O mundo precisa de um pou...

. A celebração na Lx Factor...

. Think Different

. Stephen M.R. Covey em Lis...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds