Sábado, 26 de Novembro de 2011
Dois dias de recolha para o Banco Alimentar

 

Quem não puder contribuir para o Banco Alimentar nos supermercados, onde se estão a fazer as recolhas de alimentos durante o fim-de-semana, pode alimentar esta ideia online. É muito simples e muito prático, basta clicar aqui.

publicado por Laurinda Alves às 20:38
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
Segunda-feira, 30 de Maio de 2011
A impressionante linha de montagem do Banco Alimentar

 

Todas as pessoas deviam poder fazer a experiência de voluntariado colectivo que se faz nos dias de recolha do Banco Alimentar. É impressionante ver a eficácia e rapidez com que funcionam as dezenas de milhares de voluntários que se distribuem pelos pontos de recolha e armazenamento. Eu, que faço voluntariado há mais de 20 anos, já tinha estado nos armazéns do Banco Alimentar mas nunca em noites de recolha. Ontem foi a minha estreia e, a partir de agora, vou voltar sempre.  

 

 

 

Coube-me um lugar no tapete rolante onde passam todos os produtos que chegam em sacos, vindos directamente da recolha nos supermercados, e onde temos que separar rapidamente os diversos géneros. Eu passei a noite a pôr as leguminosas em caixas de cartão e a separar no tapete rolante as latas de salsichas e de atum para um lado, mais as latas de grão e feijão para outro. Tudo em modo acelerado, pois as descargas de géneros são torrenciais e há que fazer tudo sem perder tempo.

 

 

Tão impressionante como a multidão de voluntários que se junta e a quantidade de pessoas que contribuem, é a maneira como se gerem os que trabalham em todos os pontos desta monumental acção que desta vez, e só em Lisboa, rendeu mais 100 toneladas de alimentos do que em Maio de 2010. Esta certeza de que quanto maior é a crise, maior é a generosidade, pôde ser conferida nestes dias de Banco Alimentar e é uma certeza fundamental nos tempos que correm.

 

 

 

Aparentemente o armazém do BA é uma enorme confusão de pessoas, sacos, alimentos, caixas de cartão, empilhadoras e máquinas de plastificar, mas visto em detalhe, não há ninguém ao acaso em nenhum ponto, muito pelo contrário! Cada um tem uma tarefa essencial e é nesta combinação de gestos e rapidez que tudo acontece. Desta vez as pessoas podem contribuir até ao próximo dia 5 através de senhas pagas nos supermercados ou fazendo compras online. É muito simples e basta clicar aqui para perceber o sistema.

 

 

Os números e estatísticas relativamente aos bens do Banco Alimentar são muito eloquentes: esta campanha rendeu até ao momento 2309 toneladas de alimentos, recolhidos em mais de 1560 superfícies comerciais das zonas de Abrantes, Algarve, Aveiro, Beja, Braga, Coimbra, Cova da Beira, Évora, Leiria-Fátima, Lisboa, Oeste, Portalegre, Porto, Santarém, Setúbal, Terceira, Viana do Castelo e Viseu. Houve um créscimo de 14,9% relativamente a Maio do ano passado, facto que revela a extraordinária generosidade dos portugueses. Durante os dias da campanha voluntariaram-se 31.900 pessoas de todas as idades e condições sociais, o que também é muito significativo relativamente à adesão geral a esta causa. Os géneros alimentares recolhidos serão distribuídos a partir da próxima semana a 1.936 Instituições de Solidariedade Social que os entregam a cerca de 319 mil pessoas com carências alimentares comprovadas, sob a forma de cabazes ou de refeições confeccionadas.

 

  

 

No press release do BA podemos ler o seguinte: "Em Ano Europeu de Voluntariado, esta é a maior acção de voluntariado organizada regularmente em Portugal, mostrando que a acção conjunta de todos os agentes de solidariedade gera resultados muito superiores aos que seriam obtidos se cada um deles resolvesse agir de forma isolada. Ao longo da próxima semana, até 5 de Junho, haverá ainda a possibilidade de doar alimentos através da nova campanha na Internet, em  www.alimentestaideia.net. A nova plataforma electrónica de recolha de alimentos caracteriza-se por uma grande simplicidade e acesso ao mais baixo preço do mercado a um conjunto de produtos alimentares essenciais para ajuda às famílias. O pagamento será feito por sistema Multibanco, tal como com qualquer outro pagamento de serviços ou compra na Internet. O doador, após seleccionar os produtos e quantidades que pretende doar, irá confirmar a aceitação do montante total a pagar. Para concluir a operação poderá utilizar a sua plataforma normal de banca em casa e concluir a doação por via electrónica, ou dirigir-se em alternativa a um caixa Multibanco e concluir aí o pagamento, usando em qualquer caso a referência e o código atribuídos, que entretanto lhes foram enviados automaticamente por correio electrónico".

  

 

 

Voltando ao armazém, ao fim da noite (ou melhor já de madrugada) começaram as arrumações pois o espaço tinha que ficar impecavelmente limpo para o dia de hoje correr com a normalidade habitual e, assim sendo, todos os que tínhamos estado a separar, arrumar e armazenar, pegámos em pás e vassouras para varrer o chão e deixar tudo em ordem.

 

 

 

E num instante as coisas voltaram à normalidade e mais uma vez foi incrível a precisão e rapidez com que tudo aconteceu. Ás 3h da manhã o armazém do Banco Alimentar estava como se não tivessem passado por ali 600 toneladas de alimentos e centenas e centenas de voluntários. Grande pinta, Isabel Jonet! Grande equipa e grande liderança!!

 

 

Resta lembrar que a actividade dos Bancos Alimentares Contra a Fome se prolonga ao longo de todo o ano. "Para além das campanhas de recolha em supermercados, organizadas duas vezes por ano, os Bancos Alimentares Contra a Fome recebem diariamente excedentes alimentares doados pela indústria agro-alimentar, pelos agricultores, pelas cadeias de distribuição e pelos operadores dos mercados abastecedores. São assim recuperados produtos alimentares que, de outro modo, teriam como destino provável a destruição". Seria um desperdício dramático, especialmente em tempos de crise!

publicado por Laurinda Alves às 10:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. Dois dias de recolha para...

. A impressionante linha de...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds