Quarta-feira, 14 de Julho de 2010
O que está Herman José a fazer no meio desta gente toda?

 

Herman José está entre a multidão de convidados que hoje participaram nas cerimónias do 14 de Julho, na embaixada de França. Também estive presente neste dia de solenidade e festa para os franceses. Houve discursos sobre a Tomada da Bastilha, a Igualdade e a Fraternidade. O embaixador francês tocou nalguns pontos sensíveis nos dias que correm. Foi uma cerimónia razoavelmente breve mas intensa.

 

 

Os encontros neste tipo de cerimónias multiplicam-se e acabamos por participar em várias conversas sobre temas muito variados, num curto espaço de tempo. Gostei particularmente de uma boa conversa com um bom amigo à sombra das buganvílias. E gostei da companhia da Joana e do Rui, os meus pares na fila da entrada para a Embaixada.

 

 

Ainda sob efeito da aprovação ontem de uma lei polémica que proibe e pune o uso de véu/burkha integral pelas mulheres muçulmanas em França, dei comigo a debater a questão nos jardins da embaixada. Não é uma questão fácil mas hoje, à luz dos discursos sobre a Igualdade e Fraternidade, é impossível não nos questionarmos sobre o valor de uma lei e uma pena que, por um lado, pretende libertar as mulheres oprimidas mas, por outro, não deixa margem de liberdade às muçulmanas emigrantes que usam burkha por opção própria. A questão é delicada e a polémica promete ser acesa e atravessada de extremismos. Dos dois lados, quero dizer.

publicado por Laurinda Alves às 16:37
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. O que está Herman José a ...

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds