Terça-feira, 15 de Janeiro de 2013
A felicidade é sempre um 'dano' colateral

 

Alguém disse isto e acredito profundamente que sim. Somos felizes sem querer, por nada (ou por tudo!) e quando menos esperamos, 'simplesmente' porque nos descentramos de nós e também somos capazes de viver apostados na felicidade dos outros. Quando queremos muito a nossa felicidade e pensamos exclusivamente nela (ou estamos à espera de ser felizes porque 'merecemos') ela não acontece da mesma maneira.

publicado por Laurinda Alves às 00:37
link do post | comentar | favorito
7 comentários:
De mena a 15 de Janeiro de 2013 às 23:19
vi agora que voltou a escrever(nos),
que bom!!! feliz 2013
De Um Jeito Manso a 16 de Janeiro de 2013 às 22:07
Mal comparado é como quando queremos uma coisa e vamos às compras, corremos tudo e nada. Em contrapartida, volta e meia, vamos a ver as montras, sem qualquer objectivo, apenas por ali a passear, e, inesperadamente, damos com uma coisa que é mesmo 'aquilo'.

A chatice é quando vamos distraídos ou hesitamos ou coisa do género e deixamos a oportunidade passar, não temos o discernimento de perceber que oportunidades assim se devem agarrar logo.

Outra coisa: não sei se a fotografia é sua mas, seja como for, é especial, muito bonita. Faz muito lembrar aquela pintura do Magritte (não me lembro do nome mas é esta:
http://c300221.r21.cf1.rackcdn.com/rene-magritte-lempire-des-lumieres-1343151755_b.jpg )

Um abraço, Laurinda!
De mafalda a 18 de Janeiro de 2013 às 09:58
Que bom! Obrigado de novo pela volta das suas partilhas, Laurinda.
Esta encheu-me particularmente a a alma.
abraço
mafalda
De Anónimo a 18 de Janeiro de 2013 às 21:00
Cara Laurinda!

Gosto imenso destes três últimos posts outra vez! A minha filha com 10 anos gosta também imenso deste blog e gostou particularmente da casa na árvore, está claro! "A casa na árvore oca" também li, mas tenho que ler outra vez!

Obrigada, beijinhos, um Óptimo fim de semana, muito Feliz!

Rosario
De Fábio Gomes a 19 de Janeiro de 2013 às 18:03
Ótimo tema! Eu concordo plenamente com o ‘‘dano colateral’’. Eu acho que antes de conhecer o que é felicidade é bom a gente conhecer o sofrimento. Predestinação? De forma alguma! Antes de recebermos aquelas asas pelas quais lutamos tanto seria interessante que aprendêssemos a voar, fazer planos não só do uso das asas, mas também planejar como iremos protegê-las, cuidá-las! Fico literalmente com uma profunda compaixão daquelas pessoas que após uma razoável conquista acomodam-se. A felicidade requer vigilância, manutenção e aprendizagem. A felicidade é muito dinâmica e dependendo de como ela é tratada, poderá ir embora ou evoluir.
De an a 21 de Janeiro de 2013 às 00:32
Acho este comentário muito bom, muito esclarecedor, e bem como eu sinto, o que é a felicidade. Os contrastes do sofrimento e o deixar de sofrer...- o recebimento das tais asas e o sabermos usá~las e cuidá-las.É isso mesmo.
Era isto que eu queria dizer, exactamente.
Gostei muito.
De sofiazinha a 4 de Fevereiro de 2013 às 07:25
Eu adoro sorrir e ser feliz,acho que a felicidade é um bem super maravilhoso e que devemos levar a vida sempre com um bom sorriso!! beijinhos fofinhos!!

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds