Sábado, 1 de Setembro de 2012
Momentos únicos e pessoas inspiradoras...

Sei muito pouco sobre esta senhora, mãe de vários filhos e avó de 10 netos, com quem me cruzei esta manhã depois de uma reunião para organizar um encontro do Humanity's Team em Portugal. Vinha a conversar pelo passeio quando 'tropecei' nesta cena: uma senhora mais velha toda despachada a abrir o capot do carro para verificar a mecânica com ar entendido. Perguntei-lhe se precisava de ajuda e com o mesmo ar desembaraçado agradeceu e disse que não. Achei graça à sua atitude e voltei atrás para lhe perguntar se podia repetir a cena e se a podia fotografar para o blog. Riu e disse que sim. Chama-se Ana Maria, tem idade para ser minha mãe e atravessa uma fase particularmente erosiva e dolorosa do ponto de vista da saúde, mas ninguém diria. Grande pinta!

publicado por Laurinda Alves às 23:08
link do post | comentar | favorito
10 comentários:
De SC a 12 de Setembro de 2012 às 09:17
Um exemplo de vida, sem dúvida!

Beijinhos e um lindo dia para si!

Sónia
De Ana Paula a 12 de Setembro de 2012 às 10:24

Pois é Laurinda, as "ideias feitas" sobre as mulheres estão a cair!

Somos 3 irmãs e um irmão e o pai ensinou aos 4 as mesmas coisas, tratar dos pneus, água, óleo...claro que se for um problema eléctrico ... é outra coisa e aí o irmão bate-nos a todas:)
Bjs
De numadeletra a 12 de Setembro de 2012 às 21:33
Bela peripécia... exemplar!

Espero que esta Senhora tenha a mesma garra demonstrada na atitude da avaria do carro, para combater a fase dolorosa de saúde. Que Deus a ajude!

De batidasfotograficas a 12 de Setembro de 2012 às 22:33
Gosto de cruzar com pessoas assim, conversar e admirar. Faz bem a dor ser simpático naturalmente tal como aprendemos.
Ultimamente encontro mais daqueles Pais que se baloiçam enquanto os filhos gritam de pé encima de um banco.
Cumprimentos
De Fernanda Matias a 13 de Setembro de 2012 às 10:13
Querida Laurinda

Que bom exemplo de pessoas combativas e que resistem.
Também conheci a semana passada um menino de 7 anos que dormiu várias noites na rua, por negligência dos Pais.
Quando questionado, entre outras coisas, se não tinha frio de noite ele, agarrado ao seu cão pequenino como ele, respondeu: não o meu cão é muito quentinho e dormiamos bem. Este M...., vai ser como a D. Maria que a Laurinda encontrou.

Um grande abraço

Fernanda Matias
De marieta pimenta santos almeida girão a 13 de Setembro de 2012 às 23:46
Esta senhora é a Nami,minha amiga e colega no Colégio de Estarreja entre os meus 10 ou 11 anos.
É uma grande mulher, cheiinha de força e coragem.
Ainda há poucos dias eu e meu marido conversámos com ela na praia da torreira. Aliás, nestes últimos anos encontramo-nos frequentemente.





De Márcia Ferreira a 14 de Setembro de 2012 às 19:21
Caríssima Laurinda Alves! Não nos conhecemos pessoalmente, mas parece que a conheço desde sempre. A Laurinda Alves é para mim uma pessoa inspiradora. Sou sua admiradora há vários anos e tenho utilizado diversos textos seus como documentos reais de trabalho nas minhas aulas e como fontes de inspiração. Escrevi, juntamente com um grupo de alunos “É A HORA…!”, uma peça em 3 atos divididos por um número irregular de cenas. O resultado de um trabalho de pesquisa e escrita criativa, do Clube de Artes Cénicas (CAC) da Escola Secundária de Arouca (ESA). A peça conta com momentos históricos e recreativos, contém humor, mas sobretudo uma mensagem. Algumas das réplicas das personagens são citações de Luís Vaz de Camões, Fernando Pessoa, Agostinho da Silva e da Laurinda Alves. A Tropelias & Companhia está a desenvolver um trabalho connosco no sentido de publicarmos a peça. Gostaria de contar com a sua presença, na Escola Secundária de Arouca, aquando da apresentação pública da obra que prevemos para outubro. Com os melhores cumprimentos, Márcia Ferreira
De Laurinda Alves a 15 de Setembro de 2012 às 10:33
Seria uma honra e um grande privilégio, Márcia. Falamos e vemos as datas. Um abraço enorme, extensivo a todo o grupo.
De Márcia Ferreira a 16 de Setembro de 2012 às 17:17
Caríssima Laurinda! Muito obrigada pelo seu caloroso acolhimento. Logo que tenha datas comunico. Bom domingo! Márcia
De an a 21 de Setembro de 2012 às 12:48
Parabéns a esta Senhora, e também, o desejo de que se ponha bem de saúde.

Temos muitas mulheres grandiosas em Portugal, no meio deste desalinho todo, graças a Deus.
Acho que nós as mulheres somos o máximo: aguentamos a vida fora de casa, dentro de casa, a luta do supermercado, a pequenez dos ordenados, atendemos os filhos, damos um sorriso ou a tal chapadinha na hora certa para a educação, damos um beijo a seguir, damos opinião política enquanto pensamos o que fazer para o jantar, damos conselhos uma às outras, passamos creme na cara, lemos poesia e ainda, se for preciso, de chave de fendas na mão- ´bora lá a abrir o capô do carro!! Grande pinta as mulheres de Portugal!!

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds