Segunda-feira, 30 de Abril de 2012
Kiev de repente tão próxima e tão presente

Kiev também é a minha cidade desde sexta-feira. É gira a vida e a maneira como os lugares ficam próximos e presentes 'só' porque alguém muito querido e importante viajou para lá. Leio as mensagens telegráficas do meu filho como se lesse um ensaio sobre a vida naquela cidade, onde faz um calor invulgar e onde a música de uma certa orquestra se sobrepõe às cúpulas mais altas da encosta mais bela. Até amanhã à noite continuo em Kiev, portanto.

tags:
publicado por Laurinda Alves às 16:34
link do post | comentar | favorito
2 comentários:
De an a 30 de Abril de 2012 às 23:39
Uma boa estada...
De Barbara Enes a 7 de Maio de 2012 às 20:18
Entendo a 100% a ideia de como os lugares ficam proximos e presentes porque estão realcionados com alguem querido. Eu "conheço" uma terrinha no Chile porque a minha irmã casou lá (o meu cunhado viveu lá). Eu não tive possibilidades de lá ir no casamento nem em outras ocasiões mas sinto o Chile muito próximo pelas fotos que vi e pelos livros que entretanto tenho vindo a ler, por exemplo Sepulveda - Patagónia Express.
Gosto muito do seu blog, aliás já a "sigo" desde a XIS. Tem ajudado ao meu crescimento! Obgda

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds