Quarta-feira, 13 de Abril de 2011
Desmentido radical

Corre a notícia de que fui contactada pelo PSD e estou a ponderar um convite para integrar as suas listas de candidatos a deputados na Assembleia da República. Como não é verdade e nem sequer houve qualquer contacto entre mim e o PSD, não dei importância à coisa e fui desfazendo o boato. Cada dia que passa percebo, no entanto, que este equívoco aumenta e gera outros equívocos e perplexidades. Como sou adepta da verdade, deixo aqui o meu desmentido radical. Não fui contactada, não estou a ponderar nada e não teria outra resposta senão declinar respeitosamente tal desafio/convite no caso de ele ter existido. Felizmente não existiu e assim não se ferem sensibilidades. Espero que este post contribua para esclarecer a confusão mediática. 

publicado por Laurinda Alves às 11:07
link do post | comentar | favorito
16 comentários:
De Rui Castro Martins a 13 de Abril de 2011 às 12:00
Olá Laurinda,
Tudo bem, contigo ?
Recebi (através do RNS) o teu convite para logo o farei todos os esforços para, com muito prazer, estar presente.
Para quem já te conhece, este teu esclarecimento era perfeitamente dispensável mas, para todos os outros, que, às vezes, são levados a pensar que somos todos iguais, revela-se muito importante e oportuno.
Um Beijinho de muita amizade,
Rui
De Ângela Malheiros a 13 de Abril de 2011 às 12:10
Bom dia Laurinda. Queria dar-lhe os parabéns pelo novo livro e não só: na verdade os parabéns são por tudo aquilo que é e por todos os projectos em que está envolvida (cada um melhor que o outro)-projectos positivos e de esperança, que vai partilhando connosco!
Sou bibliotecária e já nos cruzámos há alguns anos, aqui em Peniche, numa conversa de café organizada pela AJP (moderei o encontro) e o presente contacto não é, na verdade, um comentário...mas a única forma que tive de a contactar para saber qual a sua disponibilidade para voltar a Peniche (como vi que havia moderação de comentários, achei que o podia fazer). Há um interesse manifesto em tê-la de novo por cá e são tantos os assuntos que pode partilhar connosco que o difícil é escolher um. Agradecia que me pudesse dizer da sua disponibilidade e condições para aceitar este convite. O meu e-mail é a.malheiros@hotmail.com
e o tel. é o 964671970. Fico a aguardar e agradeço desde já a atenção que possa dispensar a este "comentário". Beijinhos. Ângela
De Marta M a 13 de Abril de 2011 às 12:32
Laurinda:
Foi um alívio ler este post ;)
Sobre o Dr, Fernando Nobre, igualmente não sei o que pensar...
Escrevi sobre isso, mas sem grandes conclusões..
Ver que a minha querida amiga está longe de tudo isto - foi óptimo :)
Abraço
Marta M
De Teresa Lopes a 13 de Abril de 2011 às 13:05
Querida Laurinda,

Ainda não tinha ouvido esse boato, mas se o ouvisse não teria acreditado. Há valores que têm mais valor para umas pessoas do que para outras. E os teus valores, nós que te seguimos e admiramos há muito, conhecemos bem.

Beijinho
Teresa
De Fernanda Matias a 13 de Abril de 2011 às 16:38
Olá Laurinda

Tenho vindo ao blog, mas não tenho dito nada.
Hoje não posso deixar de lhe dizer que fez muito bem em desmentir o boato ou más intenções, se calhar. Eu faço, sempre assim.
Parabéns pelo livro e venham mais edições, pois é sinal que as pessoas lêm e a Laurida é lida, em parceria ou sózinha.

Um grande abraço

Fernanda Matias
De Teresa a 13 de Abril de 2011 às 18:18
Parabéns Laurinda!
Pela continuação do seu brilhante e dedicado percurso, do sucesso dos seus livros e não só.
Mas aqui e agora pela sua coerência.
Pena que nem todos possam dar os mesmos exemplos.
Grande beijinho da
Teresa
De anonm a 13 de Abril de 2011 às 19:04
Não ficava nada, fora da conjuntura...se aceitasse ir para o PSD. No PSD tem gente de muito boa e irrepreensível índole e também, de muita rectidão e justiça.
É preciso, urgentemente, humanizar e credibilizar mais, os partidos e a política em geral.
Gostava de a ver a compor as hostes mais directamente em cena. O PSD só ganhava com a presença da Senhora!!
De Adriano Barreto Ramos a 13 de Abril de 2011 às 19:18
Cara Laurinda,
Compreendo que o PSD a quisesse nas listas de candidatos, num lugar de destaque. Também compreenderia se aceitasse. A decisão seria sua e de certeza imbuida no espírio de contribuir, de servir a causa pública.
Mas ficámos todos mais descanados com este esclarecimento!!!
Parabéns pelo livro e um abraço também ao Pe. Alberto Brito (talvez ainda se lembre de mim, das Termas).
De Anónimo a 13 de Abril de 2011 às 21:38
Não a estava a ver como O Fernando Nobre 2. Sei que é uma pessoa integra e de uma só palavra.
De Retiro do Eden a 14 de Abril de 2011 às 06:32
Amiga Laurinda,
Ando arredada de tanta "política".
Neste momento, estou a aplicar o meu tempo a assistir o meu marido a fazer aos amigos e familiares voluntariado na área da acupunctura.
Não dei por este "boato" ...dei sim, pela decepção que o Dr. FNobre deu a esta nossa família.
Por vezes, olho-me ao espelho e já me pergunto...serei eu? ou também já sou outra pessoa diferente do que me comprometi a mim mesma e principalmente a DEUS?!.
Por observar que, na maioria das vezes, o que se escreve nos blogues e facebook nada tem de real...estou sem vontade de continuar com o meu blogue e tenho aplicado o meu precioso tempo em ajudar quem precisa...a saúde é muito importante e esta área é bastante "cara" para quem não pode pagar...assim sendo, meu marido vai ajudando quem precisa.
É assim esta situação, porque o governo não aceita contribuir nesta área. Evitaríamos tantas despesas desnecessárias que, por vezes, a medicina ocidental faz.
Há uma máquina montada por detrás das radiografias, exames, quimio, e até algumas operações... por pessoas sem escrúpulos ou por total ignorância...aliciam os pacientes a fazerem algo que só os prejudica.
Quando será que juntam as duas medicinas...oriental e ocidental e colocam de parte a vontade de "ganhar/enriquecer" dinheiro à custa do sofrimento alheio?
A medicina deveria ser vista como uma missão...não como um meio de enriquecimento e somente isso.
O mundo está muito louco...mesmo...e isto não é ser pessimista, mas sim, realista.
Neste momento sei que a minha obrigação como cidadã...é votar...mas nem sei em quem... é muito triste...ao fim de 37 anos de democracia ainda estarmos nesta fase...e nos próximos anos, não vai ser melhor...pelo andar da carruagem...como os nossos jovens vão viver quando partirmos deste mundo e não lhes pudermos valer na sua subsistência, por indispensável que seja...sem luxos?.
É tudo isto que me atormenta bastante e me trás grande preocupação.
A única alternativa que encontro é entregar-me a DEUS. Só assim vou caminhando diariamente...com alguma razão de viver.
Forte abraço.
Bj.
Mer


Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds