Sexta-feira, 11 de Março de 2011
Quem pode ajudar os mais velhos e mais desprotegidos?

 

Uso esta fotografia, tirada nos corredores de um hospital, para ilustrar o post que hoje quero escrever sobre os burlões que enganam as pessoas mais velhas e desprotegidas. Ao contrário daquilo que vemos nesta imagem, em que uma senhora doente caminha apoiada no braço de um terapeuta, a realidade-real prova que existe cada vez mais gente sem escrúpulos a tirar partido da fragilidade e vulnerabilidade das pessoas mais velhas. Só no distrito de Setúbal e de acordo com uma notícia que li recentemente no semmais, jornal distribuido com o Expresso, a onda de burlas a idosos cresce avassaladoramente e vale tudo para extorquir dinheiro e bens a pessoas que já vivem com muito pouco. Ontem vi nos telejornais que as pessoas que ainda têm televisão por antena vão ter que comprar um novo aparelho até ao dia 26 de Abril de 2012, data a partir da qual apenas podem ver TV se puderem captar a TDT (Televisão Digital Terrestre), e dei comigo a pensar que também isto pode ser motivo de engano e roubo. Espero estar enganada, mas deixo aqui o alerta, para que todos possamos prevenir as pessoas mais velhas contra essa casta de gente que bate à porta disfarçada de funcionários de empresas (e até da segurança Social ou como agentes de autoridade), que contam o conto do vigário e deixam os pobres ainda mais pobres. 

publicado por Laurinda Alves às 13:27
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Sandra a 11 de Março de 2011 às 15:25
Querida Laurinda,

também eu pensei exactamente no mesmo.
Aos meus avós, graças a Deus ainda estão três entre nós (apesar de já bem velhinhos), já os avisámos tanto eu quanto os meus primos (acho que até ficaram um bocadinho aborrecidos connosco por tantas chamadas de atenção!), mas penso naquelas pessoas que não têm ninguém que os ajude, que lhes explique, que não permita que sejam enganados. Infelizmente, acho que vai tanta gente aproveitar-se da situação...
Não deveria uma qualquer entidade pública avisar, de forma bem perceptível para os menos letrados e/ou mais idosos, que apesar de terem de vir a adquirir equipamentos novos para se poder ver televisão ninguém irá a casa das pessoas pedir dinheiro para a "introdução" da T.D.T.? Assim como com o CENSOS, penso que também seria importante uma estratégia desse género.
Raquel
De CapCréus a 11 de Março de 2011 às 22:04
Isto sem falar nos pobres velhotes com as suas parcas reformas que irão ter que gastar dinheiro para verem televisão...
Aproveite a sua visibilidade e fale com quem de direito sobre esta matéria e sobre os censos...
Cumprimentos
De Marcolino a 11 de Março de 2011 às 22:05
Querida Lauribda!

Se...

Se ajudaste sempre
Desde tenra idade até velho
Todos aqueles
Que de ti necessitaram amparo
Então estarás garantido
Porque tuas belissimas acções
Bons frutos deixaram medrar...!

Marcolino Duarte Osorio
- Peregrino -
2011-03-11

Comentar post

.pesquisar
 
.Feitos em Portugal

Feitos em Portugal

.tags

. todas as tags

.portugueses sem fronteiras
.posts recentes

. MUITO OBRIGADA A TODOS PE...

. CURSOS DE COMUNICAÇÃO NO ...

. Curso de Comunicação adia...

. Se tiver quorum ainda dou...

. O BENTO E A CARMO HOJE EM...

. HOJE NO PORTO: SOBREVIVER...

. MÃES QUE NÃO CHEGAM A VER...

. Esta miúda vai longe!

. Alegria!

. Ladrões e cavalheiros

.arquivos
.mais sobre mim
.subscrever feeds